Petrobras anuncia nova queda no preço dos combustíveis

Diesel terá redução de 10,4% e gasolina será 3,1% mais barata

Da Redação

redacao@amanha.com.br

Petrobras anuncia nova queda no preço dos combustíveis

A Petrobras anunciou na noite desta terça-feira (8) uma nova redução dos preços da gasolina e do diesel nas refinarias. A queda do preço do diesel será de 10,4% do e da gasolina, de 3,1%. Em outubro, a estatal já havia reduzido o preço da gasolina e do diesel, na primeira queda desde 2009. No entanto, a redução não foi passada pelos postos aos consumidores.

Segundo a Petrobras, se a redução for integralmente repassado nas bombas ao consumidor final, o preço do diesel pode cair 6,6%, ou cerca de R$ 0,20 por litro. Já o efeito sobre os preços da gasilina seria de queda de 1,3% ou R$ 0,05 por litro. A empresa, porém, sublinha no seu comunicado que a queda do preço para o consumidor final não é direta. “[Ela] dependerá de repasses feitos por outros integrantes da cadeia de petróleo, especialmente distribuidoras e postos de combustíveis", alerta a nota.

A Petrobras informou, ainda, que a metodologia definida pela empresa prevê a revisão dos preços cobrados nas refinarias pelo menos uma vez por mês, com objetico de implementar uma política de preços competitivos que reflita os movimentos do mercado internacional de petróleo em períodos mais curtos.


leia também

Ações da Petrobras fecham abaixo de R$ 5 pela primeira vez em 13 anos - O Ibovespa encerrou o dia no menor nível desde março de 2009, no auge da crise do crédito imobiliário nos EUA

Acordo de leniência da Braskem avança - No ano passado, a petroquímica iniciou investigações internas

Aumento de combustíveis "é só um paliativo" - Para Flávio Conde, decisão não resolve o problema da Petrobras

BM&FBovespa tem quinto dia seguido de queda - O movimento negativo foi puxado pela Petrobras

Bolsa encerra janeiro com queda de 7% - O dólar fechou o primeiro mês do ano com alta de 1,9%

Braskem avalia abrir capital e ofertar ações na Bolsa de NY - O plano considera a pulverização do capital da companhia

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: