Mundo bate recorde de concentração de dióxido de carbono em 2015

O gás causador do efeito estufa permanecerá acima desse índice durante 2016, alerta Organização Meteorológica Mundial

Por Agência Brasil*

Mundo bate recorde de concentração de dióxido de carbono em 2015

Pela primeira vez, a concentração média anual de dióxido de carbono (CO2) – o gás causador do efeito estufa – na atmosfera superou a marca de 400 partes por milhão (PPM), inaugurando uma nova era na realidade climática. 

Segundo a Organização Meteorológica Mundial, os níveis de CO2 já haviam superado a barreira de 400 PPM em alguns meses e em alguns lugares, mas em 2015 foi a primeira vez que isso ocorreu em uma base média anual. Além disso, de acordo com a entidade, a concentração de dióxido de carbono permanecerá acima desse índice durante 2016 e não cairá abaixo desse patamar por "muitas gerações".

No próximo dia 4 de novembro entrará em vigor o Acordo de Paris, que tem o objetivo de manter o aumento médio da temperatura global abaixo dos 2ºC em relação aos níveis pré-industriais.

*Com Agência Ansa.


leia também

COP21 aprova acordo histórico sobre o clima - Um fundo será criado para limitar o aquecimento global

Donald Trump anuncia saída do Acordo de Paris - Os EUA respondem por 18% do carbono lançado na atmosfera

Menos dinheiro no bolso e mais carbono no ar - Energia termelétrica inferniza o consumidor e compromete meta brasileira contra emissões

Novo pacto climático global desafia COP21 - O Acordo de Paris vigorará em 2020 substituindo o Protocolo de Quioto

Sanepar é reconhecida por registro público de emissões - Inventário de gases de efeito estufa recebeu selos nacional e estadual

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: