NC adquire ativos de energia eólica da Odebrecht Energia

Grupo entra no setor de energia com a aquisição do Corredor do Senandes

Da Redação

redacao@amanha.com.br

NC adquire ativos de energia eólica da Odebrecht Energia

O Grupo NC anunciou nesta sexta-feira (7) a aquisição da Odebrecht Energias Alternativas, uma subsidiária integral da Odebrecht Energia, que detém os ativos de energia eólica do Complexo Eólico Corredor do Senandes (foto), localizado no município de Rio Grande (RS). 

O negócio contempla a aquisição de quatro parques eólicos, com potência instalada de 108 megawatts (MW), capaz de gerar energia suficiente para abastecer uma população de aproximadamente 650 mil habitantes, com possibilidade de expansão de mais de 80 megawatts (MW). O complexo passa a ficar sob a marca de negócios NC Energias Renováveis. A efetivação da transação de compra está condicionada à aprovação dos órgãos competentes. O valor da negociação não foi revelado.

Em março deste ano, o Grupo NC já havia anunciado a compra de 100% das operações de mídia do Grupo RBS, em Santa Catarina. Com a nova aquisição, o Grupo NC reforça sua proposta de diversificação de negócios. Os ativos adquiridos compreendem 40 aerogeradores e 48 quilômetros de linha de transmissão até o ponto de conexão com o Sistema Interligado Nacional (SIN). Toda a energia produzida no complexo já está comercializada por meio de um contrato de longo prazo que termina apenas em 2034.


leia também

Beto Richa é preso em Curitiba em operação da Gaeco - O ex-governador também é alvo de operação da Lava-Jato

Cármen Lúcia homologa delações da Odebrecht - Os depoimentos prestados ao MPF podem ser utilizados como prova

Delação da Odebrecht afeta mais eleição que reformas - Eurasia acredita que o governo aprovará mudanças na previdência

É só mudar o nome? - Odebrecht cogita troca da marca, mas o mais importante é mexer na cultura

Fachin autoriza 76 inquéritos contra políticos - STF pede que 201 investigações sejam enviadas para a primeira instância

Gerdau Summit inicia operações em São Paulo - Empresa abastecerá a construção de novos parques eólicos no país. Grupo também anunciou joint venture na Colômbia

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: