Grande Florianópolis terá novo espaço para eventos

Arena Petry vai oferecer capacidade para 17,5 mil pessoas

da Redação

redacao@amanha.com.br

Um dos maiores complexos de eventos de Santa Catarina, a Arena Petry será apresentada para lideranças do trade turístico, dirigentes de entidades empresariais e imprensa nesta quinta-feira (6). O empreendimento está sendo erguido às margens da rodovia SC 407, entre o Continente Park Shopping e a Pedra Branca, em São José, na Grande Florianópolis. As obras devem ser concluídas no primeiro semestre de 2018.

O complexo possui 22,9 mil m² de área construída e capacidade para 17,5 mil pessoas. Prometendo alto padrão de equipamentos e tecnologias inovadoras que possibilitam a realização de eventos de forma simultânea, o investimento gira em torno de R$ 60 milhões. O espaço tem capacidade de acomodar eventos de pequeno, médio e grande porte, e formatos variados – de shows a festas, eventos esportivos, corporativos e acadêmicos.

O negócio é comandado pela família Petry, que atua há 20 anos na cadeia de produção de eventos. O Centro de Eventos Petry, que funciona em Biguaçu, será mantido em funcionamento até a inauguração da Arena. Sandro Petry, um dos empreendedores, destaca o potencial a Arena em absorver uma demanda reprimida em Santa Catarina. “Identificamos uma demanda no Estado para um equipamento premium, com opção completa de estrutura e serviços para receber eventos de grande porte. Há um grande mercado a ser explorado. A intenção é preencher esta lacuna e ser uma referência no Sul”.

O empreendimento promete impulsionar o setor de eventos e a economia da Região Metropolitana de Florianópolis, movimentando toda a rede de serviços e estimulando o consumo e a abertura de novos negócios. “A expectativa é triplicar o número de empregos com incremento de pelo menos 300 novas vagas, entre contratados diretos e indiretos do negócio, de parceiros e de fornecedores”, acrescenta Petry.

A instalação do empreendimento em São José, que triplicou o PIB nos últimos cinco anos, é estratégica pela possibilidade de expansão dos negócios. A cidade tem cerca de 1,2 mil indústrias, mais de 6,3 mil estabelecimentos comerciais, 4,8 mil empresas prestadoras de serviços, além de outros 5 mil profissionais autônomos.

O mercado de eventos tem grande relevância na economia da capital e adjacências, movimentando mais de 50 segmentos da cadeia produtiva, entre hotelaria, transportes, serviços, gastronomia e transporte aéreo. A região, com 14 cidades e população de mais de 1,1 milhão de pessoas, conta com o melhor potencial de consumo do Estado, registrando um aumento de R$ 4,5 bilhões no consumo de bens e serviços nos últimos cinco anos. Florianópolis também ocupa a quinta posição no ranking das cidades brasileiras que mais recebem eventos do exterior, conforme a ICCA (Associação Internacional de Congressos e Convenções).

Na região Sul são realizados aproximadamente 90 mil eventos por ano, correspondendo a 15% do mercado nacional. No Brasil, o mercado de eventos é responsável por 7,5 milhões de empregos diretos, indiretos e terceirizados, contribui com mais de R$ 48 bilhões de impostos e fatura mais de R$ 200 bilhões por ano, representando 4,3% do PIB do país. O setor cresce ao ritmo de cerca de 14% ao ano. 


leia também

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: