Qual é a melhor hora de sair de um investimento?

Para o consultor Jon Stein, ir para algo melhor é a principal razão para troca

Por Infomoney

Qual é a melhor hora de sair de um investimento?

Como saber a melhor hora de sair de um investimento? “Eu sempre vendo cedo”, é essa a fórmula do financista norte-americano Bernard Baruch que fez uma fortuna em ações no começo do século 20. Essa é a mesma lógica seguida pelo CEO da consultoria financeira norte-americana Jon Stein (foto). Contudo, tentar acertar o timing do mercado nem sempre é a coisa mais fácil do mundo a se fazer. Investidores podem deixar a emoção tomar o controle e vender por impulso, ao invés de usar uma estratégia para acertar o tempo certo. “Assim, fazer muitos trades para acertar o momento exato no mercado pode ser uma das piores ideias que o investidor terá”, ensina Stein que concedeu entrevista ao site Business Insider.

Para o CEO, a melhor razão para mudar de investimentos é para ir para algo melhor. A questão é se perguntar “eu vou colocar esse dinheiro onde agora?” antes de se desfazer de uma aplicação. Pode ser uma boa sair de um fundo de longo prazo com taxas muito altas, por exemplo, para outros similares com taxas mais baratas ou ainda um fundo passivo. Mas fazer isso no curto prazo também é uma péssima ideia, pois vender uma ação que está indo mal e comprar uma que está indo bem não é uma boa e nem é garantido que quem está indo bem continuará nesse caminho. Também não é inteligente deixar as emoções ajudarem na tomada de decisão de venda. A aversão a perdas é um comportamento psicológico que faz com que as pessoas sintam mais dor quando perdem do que prazer ao vencer. E esse viés acaba sendo muito importante no comportamento do investidor, que vende sem nenhuma razão lógica, apenas por medo.

Stein aponta que uma boa razão para vender pode ser a de rebalancear o portfólio e assim deixá-lo mais adequado a sua estratégia, especialmente no que diz respeito a riscos. É possível fazer essa adequação anualmente, ou trimestralmente, como o investidor achar mais adequado. Bernard Baruch conseguiu se dar bem em Wall Street ao dominar o controle de riscos e preservar seus recursos ao vender recursos muito apreciados no tempo certo. Se você acha que consegue chegar nos resultados dele, Stein deseja boa sorte, mas alerta que poucas pessoas têm essa habilidade e, assim, o melhor é vender de uma maneira sistemática e diversificada, para assim continuar bem mais seguro.



leia também

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: