Paraná lança programa de Parques Tecnológicos

Prati-Donaduzzi investiu R$ 100 milhões no Biopark

Da Redação

redacao@amanha.com.br

Paraná lança programa de Parques Tecnológicos

O governador Beto Richa assinou nesta quinta-feira (22) em Toledo, o decreto que cria o marco regulatório para a implantação do Complexo Paranaense de Parques Tecnológicos. O objetivo é incentivar a parceria entre governo, universidades e setor produtivo em prol da inovação e desenvolvimento de novas tecnologias. O anúncio foi feito durante o lançamento do Parque Científico e Tecnológico de Biociências (Biopark), primeiro parque tecnológico da área de saúde do Estado. O empreendimento é fruto da iniciativa dos fundadores da Prati-Donaduzzi, uma das maiores indústrias farmacêuticas de medicamentos genéricos do país. O investimento no e empreendimento foi de R$ 100 milhões. 

O decreto assinado institui o Conselho Estadual de Parques Tecnológicos (Cepartec), que terá a missão de elaborar uma política pública para a implantação de parques tecnológicos. Entre as funções do conselho estão as de mapear as iniciativas existentes nessa área, apontar segmentos prioritários, aprovar e acompanhar a implantação dos parques além de buscar fontes de recursos para os projetos. Presidido pelo governador Beto Richa, o Cepartec terá a participação de secretarias de Estado, universidades, entidades representativas de classe e institutos de pesquisas. 

Inspirado no modelo adotado por São Paulo, que já conta com 28 parques tecnológicos, o projeto do Paraná foi concebido em conjunto pelas secretarias estaduais de Ciência e Tecnologia e da Fazenda. Um dos objetivos é estimular a participação do pesquisador paranaense no desenvolvimento de pesquisa junto ao setor produtivo. A intenção é estabelecer parques tecnológicos de quarta geração no Estado, capazes de agregar universidade, governo e institutos de pesquisa.  O Paraná já conta com um ambiente propício para o desenvolvimento de novas tecnologias, de acordo com Evandro Razzoto, coordenador de Ciência e Tecnologia da Secretaria de Ciência e Tecnologia e Ensino Superior e um dos responsáveis pelo projeto. “A região Sul está evoluindo e o Paraná é destaque em número de parques em operação. Atualmente são seis em funcionamento e mais quatro em fase de implantação ou de projeto”, destacou.  

leia também

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: