Inflação do aluguel acumula alta de 10,7% em 12 meses

A elevação da taxa foi puxada pelo atacado e pela construção

Por Agência Brasil

O Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M), usado no reajuste dos contratos de aluguel, teve uma inflação de 0,27% na segunda prévia de setembro deste ano. A taxa é superior ao 0,09% da segunda prévia de agosto. Segundo a Fundação Getulio Vargas (FGV), o IGP-M acumula taxa de 10,74% em 12 meses.

A elevação da taxa entre agosto e setembro foi puxada pelos preços no atacado e pelo custo da construção. O Índice de Preços ao Produtor Amplo, que analisa o atacado, passou de uma deflação (queda de preços) de 0,01% na segunda prévia de agosto para uma inflação de 0,27% na segunda prévia de setembro. A inflação do Índice Nacional do Custo da Construção subiu de 0,19% em agosto para 0,34% em setembro.

A inflação do varejo, medida pelo Índice de Preços ao Consumidor (IPC), caiu de 0,35% na segunda prévia de agosto para 0,14% na segunda prévia de setembro.


Deprecated (16384): Accessing `here` as a property will be removed in 4.0.0. Use request->getAttribute("here") instead. - /home/amanha/www/src/Template/Posts/view.ctp, line: 173 You can disable deprecation warnings by setting `Error.errorLevel` to `E_ALL & ~E_USER_DEPRECATED` in your config/app.php. [CORE/src/Core/functions.php, line 311]/posts/view/2840" data-widget-id="AR_1" data-ob-template="RevistaAmanha">

leia também

Alimentos ajudam a reduzir inflação em novembro - Em 12 meses, o IPCA acumula taxa de 6,9%, bem abaixo dos 7,8% de outubro

Alimentos pressionam e inflação volta a subir - IPCA já acumula alta de 8,74% nos últimos doze meses

Ano novo, vida nova? Nem tanto - O cenário econômico brasileiro deve permanecer instável em 2016

Aumento da gasolina fez inflação avançar em outubro - No acumulado desde janeiro, o índice teve elevação de 8,4%

Banco Central indica corte menor de juros - Copom também prevê fim gradual do ciclo de reduções

Banco Central projeta inflação de 4% para este ano - Se a estimativa se confirmar, IPCA ficará abaixo do centro da meta

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: