Moody’s rebaixa notas de crédito do Banrisul

Causa é a deterioração do perfil financeiro

Da Redação

redacao@amanha.com.br

A agência Moody’s rebaixou a classificação de risco do Banco do Estado do Rio Grande do Sul (Banrisul) de Ba2 para Ba3, três patamares abaixo do rating mínimo considerado grau de investimento. O novo patamar reflete a deterioração no perfil financeiro do Banrisul após a aquisição da folha de pagamento do Estado do Rio Grande do Sul do governo gaúcho, principal acionista do banco, por R$ 1,2 bilhão. “A aquisição resultou em uma significativa redução nos níveis de capitalização ajustados da instituição, da forma calculada pela Moody’s, e deve pressionar a lucratividade do banco”, informa a agência.

O índice de inadimplência acima de 90 dias na carteira do Banrisul encerrou o segundo trimestre em 4,8%, 1,07 ponto percentual acima do índice do mesmo período do ano passado e significativamente acima tanto da média do sistema financeiro como dos pares, afirma o relatório da Moody’s. “Embora a inadimplência tenha caído levemente no segundo trimestre, as baixas e renegociações continuaram a aumentar, indicando uma futura deterioração na qualidade dos ativos”, revela o documento. 

leia também

Agência Fitch rebaixa rating do Brasil - País tem grau de investimento, mas com perspectiva negativa

Aposentadoria preocupa o maior gestor do mundo - Robert Kapito sugere que se comece a investir o quanto antes

Austin altera perspectiva do rating do Brasil - Agência considera o processo de concessões como positivo

Banrisul emitirá R$ 2 bilhões em letras financeiras - Valor foi tomado por empréstimo por ex-governador

Banrisul lucra R$ 188 mi no primeiro trimestre - O resultado foi favorecido por receitas de serviços e tarifas

Banrisul lucra R$ 339,9 milhões no semestre - Provisões para recuperações judiciais diminuíram o resultado do banco

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: