RBS Santa Catarina confirma saída de Lírio Parisotto

Controle acionário das operações no estado ficam a cargo do Grupo NC

Da Redação

redacao@amanha.com.br

Em nota enviada a seus colaboradores, a RBS Santa Catarina confirmou a saída de Lírio Parisotto do quadro societário da empresa. Conforme informações do site coletiva.net, especializado em informações do mercado de comunicação, o controle acionário agora fica a cargo do Grupo NC, pertencente a Carlos Sanchez – dono do conglomerado de laboratórios: EMS, Legrand, Germed e Nova Química. – e os sobrinhos Leonardo e Marcus Vinicius Sanchez Secundin. A mudança, porém, ainda passará por aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

Também foi informada a aprovação, pelo Cade, da compra das operações que atuam sob a marca RBS no estado vizinho, firmada em março deste ano. Na última terça-feira, 16, foi oficializada, a negociação dos jornais Diário Catarinense, Jornal de Santa Catarina, A Notícia e Hora de SC, além de ClicRBS SC e TVCOM. Quanto às demais emissoras de TV e rádio, o Grupo NC aguarda posição do Ministério das Comunicações.

Confira a nota na íntegra:

 

Nota oficial

 

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou, sem restrições, o acordo para a compra das operações que atuam sob a marca RBS em Santa Catarina, anunciado em março. O fechamento do negócio ocorreu no dia 16/08. Após a formalização, o Grupo NC passa a ter o controle acionário dos jornais Diário Catarinense, Jornal de Santa Catarina, A Notícia e Hora de SC, além de ClicRBS SC e TVCOM, e assumirá também a parte da família Parisotto – que deixa a sociedade. A mudança societária ainda passará pela análise do Cade. A alteração de controle acionário das demais operações de televisão e rádio está em fase de aprovação do Ministério das Comunicações.


leia também

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: