Comportamento digital: os bons modos na internet

Consultora de etiqueta explica como evitar gafes no ambiente virtual

Da Redação

redacao@amanha.com.br

Pesquisas apontam que um a cada cinco adultos admite o mau comportamento no uso de seus dispositivos moveis. Além disso, 73% das pessoas fazem do seu carro a extensão do escritório, e usam seus dispositivos moveis enquanto dirigem. O mesmo ocorre nos cinemas ou em encontros sociais. Os dados também mostram que 65% das pessoas falam alto em lugares públicos, como elevadores, corredores e ruas, e 28% delas manejam o smartphone enquanto caminham.

Conforme a consultora de etiqueta corporativa Maria Inês Borges da Silveira, algumas regras são importantes para o uso de celulares, notebooks, tablets e dispositivos similares. Para a especialista, o bom comportamento e as boas maneiras devem ser seguidos e observados na internet, seja por e-mail ou em outras redes sociais. “No mundo digital, as coisas mudam constantemente, e muitos não sabem usar esses meios com educação, etiqueta e respeito. Acabam atropelando informações e não mantêm a cordialidade, diminuindo as saudações e despedidas”, comenta.

Entre as dicas da especialista, está a observação de que nem todos gostam de assuntos polêmicos, piadas e correntes – por isso, é preciso pensar muito bem antes de enviar conteúdo desse tipo. Além disso, ao receber uma mensagem, é melhor responder assim que puder. No caso de email, preencher sempre o campo “assunto” – ele vai determinar o interesse da leitura. Da mesma forma, é melhor evitar arquivos anexos quando não solicitados.

“Tente sempre ser objetivo, claro e fixe no assunto principal. Você é julgado pelo que escreve, por isso, escreva de modo claro e com gramática e ortografia correta. Passe uma boa imagem on-line. E quando você está distante do computador, mude seu status para “ausente”, assim a pessoa não fica esperando sua resposta”, salienta Maria Inês.

Quanto ao uso excessivo das tecnologias, a especialista alerta: “Evitar o abuso no uso dos dispositivos moveis é fundamental. Isso atrapalha a sua vida familiar e social. É deselegante estar numa solenidade, numa festa, num casamento, usando permanentemente o seu dispositivo móvel, sem compartilhar o momento com os amigos”. Por fim, Maria Inês recomenda: “Seja sempre gentil e evite discussões. Assim, sua vida corporativa e social não será prejudicada”, completa.


leia também

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: