Klabin acumula lucro no segundo trimestre

Resultado já reflete o início de operação da fábrica paranaense

Da Redação

redacao@amanha.com.br

A Klabin (foto) anunciou que acumulou um lucro líquido de R$ 1,27 bilhão no segundo trimestre. O valor é pelo menos quatro vezes maior que o ganho registrado no mesmo período de 2015. De acordo com a companhia, os números já refletem sua entrada no segmento de celulose. A maior fabricante brasileira de papéis para embalagens debutou no setor a partir do início de operação da fábrica de Ortigueira, no Paraná. 

O projeto Puma, como foi denominado, recebeu investimento de R$ 8,5 bilhões. Com a inauguração da unidade paranaense, a Klabin chegará a uma capacidade instalada de 3,5 milhões de toneladas anuais. Parte da produção se concentrará na fibra longa de pinus, matéria-prima de absorventes e fraldas, até então 100% importada. “Após o início das operações em março deste ano, exatamente no prazo e orçamento definidos na aprovação do projeto, o início de vendas de celulose se deu no mês de abril, evoluindo ao longo do segundo trimestre. O funcionamento da fábrica vem ocorrendo dentro da curva de aprendizado estabelecida pela Klabin. Ao longo do segundo trimestre a produção de fibras cresceu continuamente, contribuindo com volume de vendas equivalente a 50% da capacidade nominal da Unidade Puma”, relata o relatório trimestral da companhia. 

De abril a junho, a receita líquida foi de R$ 1,7 bilhão – um avanço de 27%. O resultado antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado acumulou alta de 37 (R$ 537,6 milhões). Esse foi o vigésimo trimestre consecutivo de expansão do Ebitda da companhia. De acordo com a Klabin, o resultado operacional foi sustentado pela expansão das exportações, que está compensando a fraqueza das vendas no mercado nacional e pela comercialização de celulose. Na linha financeira, a valorização do real frente ao dólar gerou ganhos relacionados à marcação a mercado da dívida em moeda norte-americana. Com isso, a Klabin teve receita financeira líquida de R$ 1,3 bilhão, frente a R$ 201,5 milhões positivos um ano antes.  


leia também

A crise invejável da Liderança Serviços - Crescimento da empresa será de “apenas” 8% neste ano

Ações da Marcopolo podem valorizar mais de 50% - Fabricante de ônibus faz parte da carteira da Planner

As empresas que perderam mais de R$ 1 bi na bolsa - Klabin, Braskem e Weg estão na lista da Economatica, com base em junho

Balanço ruim da Bematech pode prejudicar papéis - Companhia paranaense teve queda de receita no segundo semestre

BD investirá R$ 105 milhões em fábrica no Sul - Multinacional construirá nova unidade em Curitiba

Brasil Foods investe US$ 16 milhões na Malásia - Companhia quer expandir presença no sudeste asiático

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: