Percentual de famílias endividadas cai para 58,1%

O cartão de crédito é a principal fonte das despesas

Por Agência Brasil

O percentual de famílias com dívidas ficou em 58,1% em junho deste ano, segundo a Pesquisa Nacional de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), divulgada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). A taxa é inferior às observadas em maio deste ano (58,7%) e em junho do ano passado (62%). Na comparação mensal, é a quinta queda mensal do nível de endividamento.

As pessoas com dívidas em atraso chegam a 23,5% em junho deste ano, taxa inferior aos 23,7% de maio, mas superior aos 21,3% de junho de 2015. Aqueles que não terão condições de pagar suas dívidas ou contas somam 9,1% do total das famílias brasileiras, percentual superior aos 9% de maio deste ano e aos 7,9% de junho do ano passado e o mais alto desde outubro de 2010 (9,5%).

O cartão de crédito é a principal fonte de endividamento das famílias: 76,6% têm dívidas com cartão. Em seguida, aparecem os carnês (15,6%), os créditos pessoais (11,3%) e os financiamentos de carro (10,8%). Em média, o tempo para o pagamento das dívidas em atraso chega a 62,4 dias.


leia também

"Carnaval à vista" - Embora reconheça a exuberância da festa carioca, é para o eixo Recife-Olinda que se voltam meus afetos

A era dos carros sem “charme” - Será esta a característica dos veículos elétricos e dos autodirigidos?

A nova ambição do encantador de clientes - Galló anuncia missão de ser “o maior varejo de moda das Américas”

A sua marca vai sobreviver aos Millennials? - Unilever e JP Morgan contam o desafio de lidar com jovens consumidores

A superfície e as profundezas da economia - Retomada poderá ser difícil dada a situação financeira empresarial

Acredite: até o lucro da Renner caiu - Clima e recessão fizeram resultado ter queda de 10,5%

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: