União Europeia exige que procedimento de saída inicie com rapidez

Líderes destacaram que o Reino Unido permanecerá no bloco até que o processo de negociações termine

Por Agência Brasil

Os líderes da União Europeia estão prestes a iniciar negociações sobre a saída do Reino Unido da união muito em breve, indica um comunicado conjunto do presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk; do presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker; e do presidente atual do Conselho da UE, o premiê holandês Mark Rutte. "Estamos prestes a iniciar negociações com a Grã-Bretanha sobre as condições da sua saída da União Europeia", declararam os líderes das instituições europeias. Eles destacaram que o Reino Unido permanecerá membro da União Europeia até que o processo de negociações termine. 

O chanceler francês Jean-Marc Ayrault lembrou que é preciso fazer tudo de modo rápido. "Não deve haver qualquer incerteza. É preciso que o governo britânico informe sobre a decisão oficial do povo britânico para que comecemos a implementar [as cláusulas] deste artigo [do Tratado de Maastricht]. [É necessário] para a unidade e estabilidade da Europa e do Reino Unido. É urgente, não convém perder tempo", cobrou Ayrault se dirigindo aos jornalistas antes da reunião de ministros da UE em Luxemburgo.

Por sua vez, o presidente da França, François Hollande, lamentou os resultados do referendo britânico. "O Reino Unido não será mais parte da UE. Os procedimentos previstos pelo tratado serão realizados de forma rápida. As regras são estas, as consequências são estas", declarou Hollande, em pronunciamento na televisão.


leia também

A austeridade funciona ou só piora as coisas? - Gregos não tiveram opção a não ser aceitar mais medidas austeras

As causas do risco sistêmico e como fazer para evitá-las - Brexit revela que a decisão de um país pode ter implicação no mundo todo

As graves consequências da saída do Reino Unido da UE - Decisão causará entrave ao crescimento econômico

Brexit: a vitória do populismo extremista de direita - O ex-embaixador Jorio Dauster relaciona o resultado ao erro dos estadistas em não admitir o salto do populismo radical

Britânicos estão divididos entre ficar ou sair da UE - Desembarque do bloco terá sérias consequências para o emprego do país

Dólar cai para menor nível em um ano - Em 2016, a divisa já acumula queda de 16,3%

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: