GTFoods recebe investimento de R$ 150 milhões

Financiamento será aplicado na construção da fábrica no Paraná

Da Redação

redacao@amanha.com.br

O Grupo GTFoods (foto), maior conglomerado avícola do norte do Paraná, acaba de formalizar o recebimento de aproximadamente 37 milhões de euros (aproximadamente R$ 150 milhões) concedido pelo governo alemão.  O aporte será usado para a construção de uma fábrica de embutidos no Paraná. A confirmação veio após a aprovação oficial da seguradora Euler Hermes, representante das autoridades alemãs e do Ministério da Economia e Tecnologia da Alemanha, e por isso, não envolve risco. 

Segundo o diretor financeiro da GTFoods, Vitor Bellizia, a iniciativa contribui com a perspectiva de crescimento da empresa. “Um dos nossos objetivos é estar entre as três maiores indústrias do setor de proteína animal do Brasil até 2020, com forte atuação internacional. Essa é uma grande possibilidade de atingir novos mercados e aumentar a produção, agregar valor e se diversificar”, afirma Bellizia. A única exigência para concessão do crédito foi de que 51% do conteúdo que estará compreendido na fábrica seja de origem alemã. Um projeto preliminar indica que haveria inclusive a possibilidade de ter um percentual maior de máquinas de origem alemã, entre 65% a 70%. Por isso, a compra do maquinário será feita por meio da Ferrostaal Equipment Solutions GmbH, sediada em Hamburgo.

De acordo com o diretor administrativo do GTFoods, Rogério Gonçalves, mesmo com o cenário desafiador, a empresa busca alternativas de financiamento de longo prazo para as atividades com custos acessíveis. Segundo Gonçalves, mesmo com o momento de crise, a empresa tem todas as ferramentas para continuar crescendo. “Reduzimos no primeiro trimestre deste ano nossos investimentos em 80%, mas não deixaremos de sonhar grande, que é um de nossos valores. Quando a crise passar, teremos um bom período para dar um segundo passo neste projeto, pois estamos em uma fase de estudos exploratórios e de detalhamento”, justifica Gonçalves. O prazo para quitação do financiamento é de 10 anos, com carência de dois anos. A Euler Hermes agirá como seguradora do governo alemão na concessão do crédito que está sendo negociado com bancos internacionais. 


leia também

Aurora atinge receita de R$ 8,5 bilhões em 2016 - Cooperativa catarinense teve lucro de R$ 109,2 milhões

BRF assume a Banvit, maior produtora turca de aves - A Turquia responde por 10% do consumo halal de frangos no mundo

Cenário atual da indústria de proteínas global pode beneficiar Brasil e EUA - S&P Global Ratings acredita que ano será positivo para os processadores de carne

Cooperativa Aurora reduz atividades em duas plantas - Frigoríficos de Guatambu e Abelardo Luz trabalharão parcialmente

Exportação avícola cresce 19% até abril no Paraná - Produção acumulada no ano apresenta alta de 12%

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: