Os atrativos do Jota Pe

Patrocínio no Sala de Redação ajudou o rótulo da Casa Perini a elevar o índice no Top of Mind RS

Por Marcos Graciani

graciani@amanha.com.br

A Categoria Vinho tem se mostrado uma das disputas mais acirradas do Top of Mind – Rio Grande do Sul, a mais tradicional pesquisa de lembrança de marcas do Brasil. Também pudera: somente em solo gaúcho são mais de 600 vinícolas em operação. Portanto, não é surpresa que a edição da pesquisa deste ano traga mais de 100 citações. Em um segmento tão pulverizado, uma ação de marketing com maior penetração pode resultar em altos índices de lembrança. 

Foi o que aconteceu com o rótulo Jota Pe (veja tabela do item Vinho aqui) de maneira indireta. A Casa Perini, produtora da bebida, conta, desde março, com um patrocínio fixo no Sala de Redação, um dos programas de maior audiência da Rádio Gaúcha. Lançado em 1971 por Benildo Perini (foto), diretor-presidente da Casa Perini, o Jota Pe tem outros trunfos – além da exposição da marca nas ondas do rádio. “O produto evoluiu qualitativamente nos últimos anos, devido à melhora das uvas enviadas pelos produtores. A tecnologia de ponta usada na vinícola para a elaboração de todas as suas linhas também contribui para isso”, avalia Benildo. Por essas razões, o rótulo consegue ser comercializado no varejo a um preço até 20% superior ao dos vinhos de mesa concorrentes. Atualmente, o Jota Pe – sigla de João Perini, pai de Bernildo – responde por 67,5% da produção anual da vinícola.


comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: