Cade multa Marcopolo e San Marino

As empresas apresentaram dados enganosos ao órgão

Da Redação

redacao@amanha.com.br

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) anunciou que abriu processo administrativo contra Marcopolo e San Marino Ônibus e Implementos (Neobus). A suspeita é de envio de informações falsas. O órgão aplicou multa de R$ 250 mil. Segundo parecer do Cade, as empresas apresentaram dados enganosos a na fase de pré-notificação do ato de concentração pelo qual a Marcopolo assume o controle da Neobus. O despacho afirma ainda que a multa aplicada foi inédita e, em casos futuros, pode atingir valores superiores.

“As informações enviadas originalmente pelas empresas comunicavam que a operação resultaria em patamares de concentração inferiores ou próximos a 20% em diversos mercados. Os dados segregavam a participação da Marcopolo e da Ciferal, expressamente apresentada como uma importante rival do grupo Marcopolo”, explica o Cade. No entanto, o documento não mencionava que a Ciferal é detida pela Marcopolo desde 2001. 

“Não existe qualquer dúvida razoável de que a empresa faz parte do Grupo Marcopolo, e, portanto, não pode ser considerada um concorrente”,  argumenta o órgão antitruste. “Ao indicar que a Ciferal seria concorrente da Marcopolo, as empresas não só diluíram de forma artificial a participação de mercado resultante da operação como apresentaram uma tese falsa para aprovação da operação, pela existência de uma suposta rivalidade no mercado”, explica a nota. 


comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: