Microsoft compra LinkedIn por U$S 26,2 bilhões

Aquisição é a maior já realizada pela empresa

Da Redação

redacao@amanha.com.br

A Microsoft anunciou nesta segunda-feira (13) a compra da LinkedIn, rede social profissional, por U$S 26,2 bilhões (cerca de R$ 90 bilhões). Esta é a maior aquisição feita pela empresa. Em comunicado do seu blog, a Microsoft afirma que, mesmo após a aquisição, o LinkedIn manterá sua independência e características.

Jeff Weiner permanece como CEO LinkedIn, reportando-se diretamente a Satya Nadella, atual CEO da Microsoft. "O time do LinkedIn criou um fantástico negócio centrado em conectar profissionais de todo o mundo", declarou Nadella no comunicado. "Juntos, podemos acelerar o crescimento do LinkedIn, assim como o de Microsoft Office 365 e Dynamics, à medida que procuramos empoderar todas as pessoas e organizações do planeta."

Segundo a Microsoft, a aquisição será feita em dinheiro, sem permuta de ações, financiada  por meio da emissão de novos papéis de dívida. A operação foi aprovada de forma unânime entre os conselhos da Microsoft e do LinkedIn, mas ainda terá que receber o “sim” dos acionistas  da rede social e  das agências regulatórias.  As empresas esperam que até o final do ano a transação esteja finalizada.



leia também

A Apple aumentará sua fatia do bolo - Novos produtos podem mudar a expansão da empresa em novas áreas

A segurança na ponta dos dedos - Impressão digital fará com que pessoas deixem de carregar documentos

A transformação digital da agricultura - Tecnologia pode melhorar rendimento de produtores

AGCO projeta dobrar produção no Sul até 2020 - Planta de Santa Rosa recebeu investimento de R$ 60 milhões

Anac autoriza uso de celulares durante voos da Gol - Aparelhos deverão funcionar no modo avião

Angelus inaugura planta de R$ 10,4 milhões - Empresa de Londrina espera crescer 20% ao ano

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: