Serviço de compartilhamento da GM chega ao Brasil

Usuário pode retirar e devolver o carro no mesmo local

Da Redação

redacao@amanha.com.br

A General Motors lançou no Brasil um projeto de compartilhamento de carros, ou car-sharing, como é conhecido globalmente. Uma frota de veículos da marca pode ser alugada por hora. O Maven, como foi nomeado o programa, iniciou a ser utilizado nos Estados Unidos em janeiro. O Brasil é o segundo país a adotá-lo.  Em fase de testes desde março na fábrica de São Caetano do Sul (SP), só para funcionários, o programa tem 800 inscritos, dos quais 220 já alugaram automóveis. 

Por enquanto, apenas sete unidades do Cruze estão disponíveis, todas equipadas com o sistema multimídia Mylink. Utilizando o sistema da GM, o usuário pode baixar  o aplicativo no celular para fazer a reserva e também destravar e travar a porta do carro, pois a chave fica no interior. O formato de compartilhamento no teste permite ao usuário pegar e devolver o automóvel no mesmo local. O próximo passo, previsto para o fim deste ano, é iniciar o serviço com dez carros em um grande condomínio de São Paulo. 

Em outra fase, o formato permitirá a retirada ou entrega de veículos em pontos específicos da capital paulista. Também serão possíveis convênios com redes de estacionamento. A terceira etapa é adotar o sistema existente na Europa, em que o usuário pode pegar e entregar o carro em qualquer parte da cidade. Até colocar essa parte em prática, será preciso ter um cadastro com número compatível de usuários e áreas em que são viáveis o procedimento. 

No projeto de São Caetano, o usuário paga R$ 35 por hora de uso ou R$ 210 pela diária, valores que incluem combustível e seguro. Exemplo da vantagem dessa locação é o valor da corrida de São Caetano ao aeroporto de Guarulhos, por exemplo. Enquanto um táxi comum cobra cerca de R$ 140, o Maven sei pela metade do preço.


leia também

Carlos Zarlenga é nomeado presidente da GM do Brasil - Santiago Chamorro assume nova função na sede da companhia

Dana nomeia Cezar Montenegro diretor de engenharia - Executivo tem passagens por Maxion, Valeo e GM

Expansão da fábrica da GM de Joinville supera R$ 1 bi - SC concentrará toda a produção de motores da montadora no Brasil

GM concentrará fabricação de motores em Joinville - Unidade abastece a montadora da marca em Gravataí

GM demite 300 empregados na região Sul - Funcionários são desligados da planta de Gravataí

GM fará investimento de R$ 1,5 bilhão na região Sul - Plano envolve o lançamento de novo automóvel fabricado em Gravataí

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: