Beto Richa deseja retomar Sudesul

No Codesul, governador do PR propõe integração dos Estados da região

Da Redação

redacao@amanha.com.br

O governador do Paraná, Beto Richa, tomou posse da presidência do Conselho de Desenvolvimento e Integração Sul (Codesul) nesta terça-feira (7). No comando da instituição, Richa (na foto, à esquerda) quer voltar a discutir a retomada da Superintendência do Desenvolvimento da Região Sul (Sudesul), extinta em 1990. Em 2013, os governadores integrantes do Codesul chegaram a enviar uma proposta ao governo federal na qual propunham a recriação do órgão. O objetivo é ter acesso a fundos de apoio a programas de desenvolvimento. 

O governador paranaense, que ficará no cargo por um ano, defendeu ainda a maior integração entre os Estados do Codesul, com ações sintonizadas nas áreas de segurança pública e infraestrutura, principalmente relacionada ao setor de transportes de cargas. Além disso, Richa ressaltou a importância da união de forças dos Estados para reivindicações junto à União, que, segundo ele, “precisa ser mais solidária nas suas relações com a região Sul”. 

O desejo de Richa vai ao encontro de seu antecessor José Ivo Sartori (na foto, ao centro), governador do Rio Grande do Sul. Durante a cerimônia de transmissão do cargo, Sartori destacou o trabalho em conjunto dos Estados na renegociação da dívida com a União. "Defendemos uma verdadeira, completa e profunda reforma do pacto federativo. Seguimos com a missão de avançar em ações integradas, que resultem no bem-estar social", sublinhou. Na sua gestão à frente do Codesul, Sartori implementou o programa BRDE Municípios, que auxilia o financiamento de obras de saneamento, mobilidade e infraestrutura por meio do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE). Lançado em outubro do ano passado, o projeto prevê, até dezembro de 2018, o repasse de R$ 450 milhões a municípios do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná, divididos em R$ 150 milhões para cada um dos Estados da região. O governador gaúcho também trabalhou na reativação do Mercosul. Em maio, o embaixador da Argentina no Brasil, Carlos Alfredo Magariños, esteve no Rio Grande do Sul para tratar sobre a reconstituição do bloco econômico que ajudou a criar em 1985, como secretário argentino de Relações Internacionais, Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico. 

Na mesma solenidade, Odacir Klein foi empossado como presidente do BRDE. Também estiveram presentes o governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo (na foto, à direita), e a vice-governadora do Mato Grosso do Sul, Rose Modesto, representando o governador Reinaldo Azambuja.


leia também

BNDES: economia deve avançar no segundo semestre - Previsão foi feita por Maria Silvia Marques em visita ao BRDE

BRDE amplia financiamento para municípios - Banco também assinou acordo de cooperação com a FGV

BRDE apresenta lucro líquido recorde em 2015 - Banco de fomento da região Sul registra ganho de R$ 262,9 mi e prevê R$ 3,8 bi em novas operações de crédito para 2016

BRDE apresenta propostas para ampliar atuação no Sul - Presidente Michel Temer recebeu Odacir Klein e diretores do banco

BRDE apresentará Criatec 3 em Santa Catarina - O fundo possui patrimônio de R$ 202,5 milhões

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: