Aprendizado pelos sentidos

Formação na área de vinhos da CIAS Innovation no Brasil começará pelo Sul

Por Marcos Graciani

graciani@amanha.com.br

Italianos, como sabemos, trazem no DNA uma mistura de emoções sentidas à flor da pele por quem convive no mesmo espaço que eles. Essa característica tão representativa desse povo também transcende para outras áreas do conhecimento – a exemplo do ensino sobre vinhos. Isso poderá ser provado pelos moradores do Paraná, de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul presencialmente. O CIAS Innovation (Centro Italiano di Analisi Sensoriale), uma empresa de excelência em pesquisa, consultoria e formação em análise sensorial e ciência do consumidor, escolheu o Sul para iniciar sua formação no Brasil. 

O CIAS promoverá o curso “Análise Sensorial de Vinhos – Fundamentos”, em Porto Alegre, nos dias 20, 22, 27 e 29 de junho, na Casa Destemperados. A grade de temas busca transmitir o conhecimento sobre a bebida com uma abordagem sensorial. Através de aulas práticas e teóricas e tendo os cinco sentidos como referencial, o aluno conhecerá as tipologias, saberá diferenciar estruturas, características organolépticas de qualidade, identificando as famílias aromáticas, gostos e sabores, além dos principais defeitos. Por fim, também terá noções sobre a qualidade e sobre o potencial de guarda. “Aprender análise sensorial é um dos maiores desafios e curiosidades na área de vinhos. Tanto para consumidores como profissionais. Esse curso é uma ótima oportunidade para identificar e compreender a estrutura da bebida”, destaca Marcelo Vargas, sensory manager do CIAS Innovation no Brasil e responsável pelos projetos da instituição em todo o país. De acordo com Vargas, que ministrará as aulas, quem concluir a formação receberá certificado internacional e poderá ser convidado a participar das futuras análises de produtos realizados pelo CIAS no Brasil e no exterior.

O curso é aberto para o público em geral, pessoas ligadas às áreas de bebidas e alimentos e profissionais da área de gastronomia. Serão 30 horas de curso (16 horas presencial e mais 14 horas de estudos prévios). O investimento é de R$ 990 (em até 4 vezes sem juros no cartão ou em até 12 parcelas no Pagseguro) e pode ser feito neste link


leia também

Bento Gonçalves anuncia projeto para fomentar turismo de incentivo - Capital Nacional do Vinho lança guia de atividades para empresas que desejam bonificar funcionários com viagens

Cozinheiro, por que não? - Ambição dos candidatos a chef reflete nossa falta de certezas profissionais

Detentos ganham curso de sommelier na Itália - A ideia foi promovida pela AIS, Borgo San Nicola e a vinícola Feudi di Guagnano

Gastronomia e resistência - Mexer com o significado dos alimentos diante dos povos é cutucar fera com vara curta

O chef Carlos Bertolazzi - Carluccio incursionou durante alguns anos no mercado financeiro até optar por uma vocação que palpitava de longe

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: