Renault contrata 550 funcionários temporários

Motivo foi uma demanda momentânea de exportação

Da Redação

redacao@amanha.com.br

A Renault anunciou nesta segunda-feira (30) a contratação temporária de 550 funcionários para sua fábrica de veículos de passeio, no Complexo Ayrton Senna, em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. “A medida visa atender a uma demanda momentânea de exportação e, por isso, serão utilizados contratos de duração determinada. Os mesmos serão  válidos por seis meses”, declarou a companhia em nota enviada à imprensa.

De acordo com informações divulgadas pelo jornal Gazeta do Povo, o Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba (SMC) afirmou que  a Renault emprega 5,2 mil pessoas no Paraná, das quais 3,6 mil nas linhas de produção. A empresa havia cortado 470 funcionários das fábricas de veículos de passeio e utilitários em fevereiro do ano passado, após a conclusão de um plano de demissões voluntárias (PDV). Diferentemente de outras montadoras do Paraná, como Volkswagen, Volvo e CNH Industrial, desde então a Renault não recorreu a outras medidas de controle de pessoal, como a suspensão temporária dos contratos de trabalho ou reduções de jornada e salário.

O?anúncio da multinacional francesa causa surpresa em um momento em que diversas montadoras estudam novas demissões. 


leia também

Dilma diz que sofreu segundo golpe de Estado na vida - Ex-presidente afirmou que recorrerá contra o que chamou de “fraude”

"Carnaval à vista" - Embora reconheça a exuberância da festa carioca, é para o eixo Recife-Olinda que se voltam meus afetos

A China fez o que o mercado queria - Corte de juros era algo esperado, mas ainda não é suficiente para ajudar na recuperação econômica, afirmam especialistas

A estabilidade do funcionalismo público é mesmo necessária? - O tema é particularmente importante no contexto de ajuste fiscal, avalia Zeina Latif

A necessidade de controlar a internet nas empresas - O mau uso pode causar até mesmo demissão por justa causa

A profissão onde o salário pode ser de até R$ 100 mil - Síndicos profissionais administram vários condomínios ao mesmo tempo

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: