Cena política faz Ibovespa fechar em queda

Mercado agiu com cautela temendo nova instabilidade econômica

Da Redação

redacao@amanha.com.br

O cenário político voltou a dar o ritmo dos mercados financeiros nesta segunda-feira (23). O Ibovespa fechou em baixa de 0,8% aos 49.330 pontos. Os agentes econômicos agiram com maior cautela após a divulgação das gravações entre o ministro do Planejamento, Romero Jucá, e o ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado. Ambos sugerem na conversa um pacto para deter o avanço das investigações da Operação Lava Jato. Machado estaria negociando uma delação premiada com a Procuradoria Geral da República.

O temor é que a instabilidade atrapalhe a aprovação do ajuste fiscal – entre elas a nova meta fiscal que prevê um déficit de R$ 170,5 bilhões para este ano. A votação conjunta da Câmara e do Senado está marcada para esta terça-feira (24). Minutos antes do fechamento da bolsa, Jucá anunciou seu licenciamento do governo. 

Entre as ações mais negociadas na bolsa, os destaques de alta ficaram com Vale ON (+2,1%), Fibria ON (+2,1%), RaiaDrogasil ON (+2%), Santander Unit (+2%) e Gerdau PN (+1,2%). Na ponta oposta, as maiores baixas eram Usiminas PNA (-4,9%), Petrobras PN (-4,4%), JBS ON (-4%), Smiles ON (-3,9%) e Kroton ON (-3,6%).


leia também

Dilma diz que sofreu segundo golpe de Estado na vida - Ex-presidente afirmou que recorrerá contra o que chamou de “fraude”

A China fez o que o mercado queria - Corte de juros era algo esperado, mas ainda não é suficiente para ajudar na recuperação econômica, afirmam especialistas

A crise no terceiro parceiro comercial do Sul - Casa Rosada anuncia pacote econômico. Indústria brasileira começa a evitar vendas a prazo na Argentina

A governança precisa ser mais que corporativa - O país deve debater para evitar que o governo destrua o valor de empresas

A prosperidade de psicanalistas e criminalistas - Os desdobramentos das operações em curso vão escancarar certos porões onde só rara vez entrou a luz solar

A punição virá das gôndolas? - A tentativa de boicote às marcas do Grupo J&F

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: