Simone Leite toma posse na Federasul

Presidente terá como bandeira o compartilhamento

Da Redação

redacao@amanha.com.br



Simone Leite tomou posse na noite desta segunda-feira (16) na Federação das Associações Comerciais e de Serviços do Rio Grande do Sul (Federasul). “A entidade lutará contra qualquer aumento de carga tributária”, declarou. Simone também saudou o presidente em exercício Michel Temer, lembrando que a simples mudança “suspende um conjunto de políticas e decisões equivocadas que nos trazem fé em tempos melhores”.

Simone Leite sugeriu, dentro do contexto de que os empresários não vão mais aguentar novos aumentos de impostos, que tanto na área federal como na estadual os governos ampliem a base da arrecadação com novos investimentos: “não é possível os mesmos sempre pagarem a conta”. Afirmou, ao governo gaúcho, que com vontade política é possível impedir que os empreendedores migrem para outros Estados com menor carga tributária.

A primeira presidente mulher da entidade, que venceu a primeira disputa eleitoral, reafirmou que acredita no livre comércio como mola propulsora do desenvolvimento. “Somos a favor de mais liberdade nas relações trabalhistas para ampliar a formalidade e deixar mais renda no bolso do trabalhador”, sublinhou.

Sentimentos como fé, otimismo, paixão e entusiasmo não vão faltar na Federasul, prometeu Simone Leite, ao agradecer o presidente anterior, Ricardo Russowsky, pelo estímulo e pelos ensinamentos. Ao presidente da Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil (CACB), George Pinheiro, ressaltou a parceria da Federasul na luta pelo Pacto Federativo “que vai distribuir de forma mais justa os recursos da arrecadação federal”.

Ao lembrar que será a primeira vez que um representante do interior presidirá a Federasul, Simone Leite disse que a entidade ganha outro foco, o do compartilhamento. “Um novo capítulo da história começa a ser escrito hoje com a representação vinda da base”.

leia também

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: