O que os CEOs das petroleiras esperam do governo Temer

Matéria do Portal Petronotícias mostra que empresas aguardam mudanças

Da Redação

redacao@amanha.com.br

Decisões como a existência de mais de um operador no pré-sal e a agilização de licenciamentos ambientais, entre outras medidas que dependem de governo e do Congresso Nacional, fazem parte das expectativas de companhias de petróleo que operam no Brasil. A visão dos executivos que atuam em empresas como Shell, Total e Repsol Sinpec foi reproduzida pelo Portal Petronotícias. 

Durante um painel na Offshore Technology Conference (OTC), em Houston (EUA), os executivos responderam a uma pergunta formulada pelo presidente do Instituto Brasileiro de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (IBP), Jorge Camargo, que os provocou sobre que medidas imediatas eles esperariam do governo de Michel Temer, caso haja afastamento de Dilma Rousseff.

Leia a íntegra da reportagem do Petronotícias aqui.  


Deprecated (16384): Accessing `here` as a property will be removed in 4.0.0. Use request->getAttribute("here") instead. - /home/amanha/www/src/Template/Posts/view.ctp, line: 173 You can disable deprecation warnings by setting `Error.errorLevel` to `E_ALL & ~E_USER_DEPRECATED` in your config/app.php. [CORE/src/Core/functions.php, line 311]/posts/view/2234" data-widget-id="AR_1" data-ob-template="RevistaAmanha">

leia também

Dilma diz que sofreu segundo golpe de Estado na vida - Ex-presidente afirmou que recorrerá contra o que chamou de “fraude”

A América Latina terá de aprender a crescer sem o impulso das commodities - As matérias-primas não terão um novo ciclo de alta de preços, apesar das altas nos primeiro trimestres do ano

A inovação pode ser estimulada - Falhas também fazem parte do processo criativo

A JBS sai das cordas - Se está patente que o Brasil tende a soçobrar numa turbulência amarga, os irmãos Batista deverão sobreviver bastante bem

A onda da transformação cultural - As corporações precisam mais do que profissionais qualificados

A punição virá das gôndolas? - A tentativa de boicote às marcas do Grupo J&F

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: