Marcopolo admite estudar fechamento de fábricas no país

Fabricante de ônibus teve queda de 73% no lucro do 1º trimestre

Da Redação

redacao@amanha.com.br

A Marcopolo (foto) registrou lucro líquido de R$ 8,9 milhões no primeiro trimestre, numa queda de 73,7% em relação a igual período de 2015. O resultado da fabricante de carrocerias de ônibus com sede em Caxias do Sul (RS) foi afetado por piora operacional, devido à fraca demanda no mercado interno e menor faturamento com exportações.

A receita líquida, no mesmo período, recuou 34,8% em igual base de comparação, para R$ 428,3 milhões, devido principalmente a menor faturamento no mercado nacional, mas também com resultado pior das receitas de exportações e no exterior. No mercado doméstico, a receita da Marcopolo totalizou R$ 192,5 milhões, retração de 46,5%. “Apesar do recuo na receita líquida total, a receita das exportações deverá crescer gradativamente ao longo do ano, trazendo reflexos positivos nas margens e compensando em parte a menor receita no mercado interno”, prevê a companhia em nota. 

A produção consolidada da Marcopolo foi de 1.365 unidades no trimestre, recuo de 59,5% na base anual. No Brasil, a produção caiu 61,9%, enquanto no exterior a baixa foi de 47,2%.A participação de mercado da companhia no Brasil foi de 32,2% no período, contra 43,3% no quarto trimestre e 41,2% no ano anterior. Segundo a Marcopolo, sua fatia de mercado foi afetada pelas férias seletivas adotadas na unidade Ana Rech, em Caxias do Sul (RS), em janeiro e pelo lay-off na unidade da Marcopolo Rio, em Duque de Caxias (RJ), ao longo de todo o primeiro trimestre.

Fechamento de fábricas
Com a retração do mercado brasileiro de ônibus, a Marcopolo admitiu nesta terça-feira (3) que estuda a possibilidade de fechamento de fábricas no país. O objetivo seria reduzir custos e aumentar os níveis de eficiência operacional. A empresa tem duas unidades industriais em Caxias do Sul (RS), uma em Duque de Caxias (RJ) e outra em São Mateus (ES).

Segundo Francisco Gomes Neto, diretor-presidente da companhia, o estudo leva em conta também as duas unidades da San Marino Ônibus, dona da marca Neobus, em Caxias do Sul e em Três Rios (RJ). De acordo com ele a Marcopolo está desenvolvendo um “plano diretor” para as unidades industriais que deve ser concluído em dois meses. O levantamento levará em consideração a idade e a demanda atual e futura de cada uma delas. 

leia também

Dilma diz que sofreu segundo golpe de Estado na vida - Ex-presidente afirmou que recorrerá contra o que chamou de “fraude”

A China fez o que o mercado queria - Corte de juros era algo esperado, mas ainda não é suficiente para ajudar na recuperação econômica, afirmam especialistas

A estabilidade do funcionalismo público é mesmo necessária? - O tema é particularmente importante no contexto de ajuste fiscal, avalia Zeina Latif

A responsabilidade do Congresso - O cuidado com os recursos públicos e o respeito à restrição orçamentária deveriam ser valores da casa, opina Zeina Latif

A superfície e as profundezas da economia - Retomada poderá ser difícil dada a situação financeira empresarial

Acionista da Ambev deve comemorar ajuste fiscal - Uma medida específica pode trazer valorização das ações da cervejaria

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: