Como causar impacto na entrevista de emprego

O melhor jeito de impressionar é mostrar interesse genuíno pela empresa e pela vaga

Por Bernt Entschev

Como causar impacto na entrevista de emprego

Não é preciso fazer algo surpreendente, tirar um coelho da cartola, ser original e inesperado para se sair bem em entrevistas de emprego. Essa postura, aliás, pode ser um verdadeiro “tiro no pé”. A não ser que você esteja concorrendo a uma vaga que necessite de criatividade em uma agência de publicidade, seu entrevistador não estará esperando nada assim. E o choque entre a expectativa e a realidade pode ser prejudicial. Em tempos bicudos, as entrevistas de emprego andam escassas e não se deve perder nenhuma oportunidade. E o melhor jeito de impressionar o entrevistador é estar preparado, com informações, com a postura correta e mostrar interesse genuíno pela empresa e pela vaga.

Para começar, por favor, nada daquelas frases batidas, do tipo “estou em busca de novos desafios profissionais”. Isso não cola. Opte por algo mais parecido com “Me identifico com a empresa, com seus valores e sempre quis trabalhar nela”.  Não minta, pois se o entrevistador pegar alguma inverdade, tudo vai por água abaixo. E nada de piadinhas para quebrar o gelo, pois elas também não pega bem. Prepare uma breve apresentação e treine-a em frente ao espelho. A duração não deve ultrapassar dois minutos. Deve ser clara, objetiva e destacar seus pontos positivos.

Faça seu dever de casa antes da entrevista. Caso saiba qual é a empresa que está contratando, faça uma pesquisa sobre ela, seus serviços, produtos e concorrentes. Elabore algumas perguntas inteligentes, que tenham relevância para o cargo que pretende ocupar. Além de se informar, você pode impressionar. Vista-se de forma adequada e chegue um pouco antes do horário (nem muito cedo e nem atrasado). Se preciso, verifique no dia anterior quanto tempo vai levar até o local da entrevista e evite possíveis atropelos com trânsito ou endereços difíceis de encontrar. 

Olhe nos olhos e tenha um aperto de mão firme. tente estar relaxado, afinal, a tensão não é uma boa amiga nessas horas. Lembre que o pior que pode ouvir é um não – e isso você já tem antes da entrevista. Seja a melhor versão de você mesmo e tenha em vista seus objetivos profissionais.  Nada é mais impactante do que o interesse genuíno pela oportunidade.


leia também

"Carnaval à vista" - Embora reconheça a exuberância da festa carioca, é para o eixo Recife-Olinda que se voltam meus afetos

A necessidade de controlar a internet nas empresas - O mau uso pode causar até mesmo demissão por justa causa

A profissão onde o salário pode ser de até R$ 100 mil - Síndicos profissionais administram vários condomínios ao mesmo tempo

A superfície e as profundezas da economia - Retomada poderá ser difícil dada a situação financeira empresarial

A tragédia brasileira - Consola saber, contudo, que o que não falta é trabalho

A utilidade da reforma trabalhista - Patrões e empregados devem tentar transformar as novas regras em algo que seja útil à carreira de cada brasileiro

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: