SC assina acordo com a Suíça para atrair investimentos

Convênio foi o primeiro assinado pela Investe SC

Da Redação

redacao@amanha.com.br

SC assina acordo com a Suíça para atrair investimentos

A Investe SC, agência que surgiu de parceria entre a Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc) e o governo catarinense, assinou acordo de cooperação com a congênere suíça Switzerland Global Enterprise (S-GE) para promover investimentos e o comércio bilateral do Estado com o país europeu. O termo foi assinado pelo presidente da FIESC, Glauco José Côrte; o embaixador da Suíça no Brasil; André Regli, e os secretários de Estado catarinenses Carlos Chiodini (Desenvolvimento Econômico Sustentável) e Carlos Adauto Virmond Vieira (Assuntos Internacionais).

O acordo promoverá o intercâmbio comercial entre instituições de ambos os países, dando especial atenção à cooperação com pequenas e médias empresas. “É o primeiro acordo que o Investe SC está assinando e o faz com a agência de investimentos da Suíça, criada em 1927 e que, portanto, tem longa experiência e tradição na área de captação de recursos e atração de investimentos”, afirmou Côrte. O presidente da Fiesc observa que a saúde é um dos setores com mais oportunidades de atração. 

A Investe SC atua na divulgação de oportunidades em Santa Catarina e na prospecção de empresas interessadas em realizar investimentos nos setores de alto valor agregado. O objetivo é reduzir as importações, reforçando o nível tecnológico da indústria e fomentando o desenvolvimento de todas as regiões do Estado. Também concentra o atendimento das demandas de investidores interessados no Estado, acionando os órgãos, entidades e parceiros responsáveis e acompanhando os processos. 

No ano passado, Santa Catarina exportou US$ 12,1 milhões para a Suíça e importou US$ 54,5 milhões do país. Os principais embarques para o país europeu foram carne de frango (55,7%), além de motores elétricos (12,4%). Entre as principais compras do Estado estão bebidas não alcoólicas, máquinas e aparelhos para trituração ou moagem de grãos, entre outros.


leia também

Badesul instala sindicância interna - Irregularidades na liberação de recursos serão investigadas

Badesul lança programa para capacitar pequenas empresas - Banco liberará R$ 50 milhões por meio de projetos do Sebrae-RS

BC aprova plano de recuperação do Badesul - Agência gaúcha de fomento venderá operações em prejuízo

BID no Brasil lança síntese para apoio de projetos - Banco apresenta alternativas para o aumento do aporte em infraestrutura

BNDES volta a habilitar o Badesul - A contrapartida à retomada do limite operacional será a apresentação de um plano de reestruturação

BRDE amplia financiamento para municípios - Banco também assinou acordo de cooperação com a FGV

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: