Pai rico, filho nobre e neto pobre: até quando?

ENEF, no Sul, quer ajudar famílias empresárias a vencer o paradigma

Da Redação

redacao@amanha.com.br

Sucessão em empresas familiares

Idealizado pelo consultor Werner Bornholdt, o Encontro de Empresas Familiares (ENEF) reunirá em Gramado (RS) nos dias 12 e 13 de abril nada menos que 26 cases de companhias que conseguiram planejar a sucessão por gerações. “A grande contribuição do evento é o de quebrar o paradigma do pai rico, filho nobre e neto pobre”, conta Bornholdt, que recentemente lançou o livro “Sucessão – O Processo Sucessório nos Negócios, na Gestão e no Patrimônio” que traz várias reflexões sobre o tema.

Entre as histórias compartilhadas estarão as da fabricante de bebidas Fruki, de Lajeado (RS), da Eliane Revestimentos Cerâmicos, de Cocal do Sul (SC), e até mesmo da vinícola Codorníu, de Barcelona (Espanha), que acumula 460 anos de idade. No Brasil, em torno de 75% das empresas familiares tem uma expectativa de vida inferior a 25 anos e apenas 3% superam a barreira da terceira geração. Todos os 63 palestrantes aceitaram o convite para compartilhar as suas experiências com outras famílias empresárias gratuitamente. 

Apenas membros de famílias empresárias poderão participar do evento. Pesquisadores, por exemplo, precisarão ser aprovados pela coordenação. A inscrição individual custará R$ 1.750 (até 5 de março), R$ 2.100 (até 5 de abril) e R$ 2.500 (a partir de 6 de abril) e pode ser feita no site do ENEF.  



leia também

Diogo Arndt Silva assume presidência da Rede Lojacorr - Companhia paranaense deve faturar R$ 500 milhões neste ano

Fabio Faccio assumirá presidência da Renner no lugar de José Galló - O contrato do atual CEO foi prorrogado até abril do ano que vem para que fosse assegurada uma transição planejada

“É mais confortável adiar o plano de sucessão”, critica Werner Bornholdt - O consultor e idealizador do ENEF alerta que a falta de convicção em planejar o futuro pode asfixiar a empresa familiar

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: