Jessica Marinzeck, vou assinar seu manifesto

Cepas & Cifras se junta ao Canal do Vinho em defesa dos brancos

Por Marcos Graciani

graciani@amanha.com.br

Jessica Marinzeck, titular do canal do YouTube Canal do Vinho

Uma das tantas virtudes que o mundo do vinho ensina é dizer não ao preconceito. Afinal, se produz de tudo em todos os lugares do mundo e se negar a provar algum rótulo exótico, por exemplo, pode privar o cidadão de uma experiência fantástica. Não é sem razão que me entusiasmei na madrugada de quarta-feira (3) ao assistir um dos recentes vídeos do Canal do Vinho, um canal no YouTube, criado por Jessica Marinzeck (foto), para atender ainda mais ainda as necessidades de quem precisa de informações fáceis e rápidas sobre a bebida. 

Para quem não a conhece, Jessica tem um currículo invejável. Ela é sommelière e coordenadora de importação da Evino, a segunda maior e-commerce de vinhos do Brasil. Desde o ano passado, é instrutora dos cursos WSET na Enocultura e na Ciclo das Vinhas, de Alexandra Corvo, escolas com sede em São Paulo. Também em 2015, ela começou o Nível 4 da WSET, um dos cursos mais completos para aqueles que querem entender o mercado do vinho. Jessica é qualificada Sommelière pela Court of Master Sommeliers, a instituição mais respeitada no mundo a formar esse tipo de profissional e está caminhando para o título inédito na América do Sul, o Master Sommelier. 

No vídeo que assisti (veja, por favor, a íntegra aqui, pois você não se arrependerá), Jessica recomenda efusivamente que o brasileiro dê mais valor ao vinho branco. Pelos cálculos dela, aproximadamente 80% do vinho consumido no Brasil é tinto. E como ela mesmo prega, não há motivo para isso acontecer, afinal, um branco pode ser tão complexo quanto um tinto e, ao mesmo tempo, tão refrescante como cerveja! Por isso, Cepas & Cifras se junta ao Canal do Vinho em defesa dos brancos! Jessica, vou assinar (e propagar) seu manifesto! E já que estamos às portas do Carnaval, aproveite para curtir a folia (ou o descanso longe da balbúrdia) bebericando vinhos brancos. Pode ser um recomeço de vida desnudo de todo o preconceito. 


leia também

A arte do vinho na tela do computador - Alguns canais do YouTube para quem deseja aprender

Um consumidor mais atento? - Pesquisa do Buscapé dá pistas sobre o e-commerce de vinhos no Brasil

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: