Copel cria empresa de comercialização de energia

Meta é aumentar atuação no mercado livre

Copel

A Copel lançou uma empresa de comercialização de energia elétrica. A Copel Comercialização foi criada a partir da reestruturação da Copel Participações, que muda de nome e de função. A nova subsidiária será responsável por fazer a ponte entre geradores e grandes consumidores de energia que estão no mercado livre, no qual o consumidor escolhe de qual gerador compra a eletricidade. O primeiro objetivo da nova empresa é expandir a venda de energia da própria Copel no mercado livre. A companhia calcula que cerca de mil clientes da estatal poderiam migrar para este modelo de comercialização. 


leia também

A gigante da energia paranaense - Como a Copel usou a engenharia para vencer os limites estaduais

A Gocil dá o pontapé inicial para 2020 - Empresa coloca em prática planos de expansão e diversifica negócios

Antonio Guetter é o novo presidente da Copel - Funcionário de carreira, executivo dirigia a Copel Distribuição

As cidades com melhor (e o pior) saneamento no Sul - Municípios do Paraná, como Londrina, destacam-se no investimento e tratamento de água e esgoto na região

Autogeradora aposta no mercado catarinense - Em um ano, estado representará 20% da receita

Capitais lideram roubos de celulares no Sul - Levantamento revela ainda que os homens são as principais vítimas

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: