Por um recall de vinhos

Será que o Procon não poderia ter algo parecido para as bebidas assim como faz com os automóveis?

Por Marcos Graciani

graciani@amanha.com.br

Fiscal do Procon

Quando fui convidado a abrir esse espaço no portal AMANHÃ, me disseram para não se preocupar – afinal, ser titular de um blog, por vezes, é também dividir experiências pessoais. Eis que hoje, amigos, levei o conselho ao pé da letra. Isso pelo simples fato de me sentir enganado! 

Tórridos 45 graus de uma segunda-feira de janeiro em Porto Alegre e me vejo sem nenhuma garrafa de vinho branco na adega. Me desloco para a rede mais famosa da cidade e me deparo com uma garrafa de Torrontés, produzida em Salta, na Argentina, sendo oferecida por R$ 22. O design do produto já antevia o meu ledo engano (entendedores entenderão), pois imitava grosseiramente um estilo alemão. Em tempos de economia derrapante, deixei a estética de lado e levei para casa. Que decepção, amigos! Até que a bebida trazia traços da casta branca emblemática dos vizinhos, mas o aroma impregnado destoava todo o conjunto. Enfim, deixei-me enganar comprando um rótulo desanimador. Passo seguinte foi conviver com a consequente dor de cotovelo! O episódio me lembrou certas visitas marcantes onde são servidos vinhos memoráveis, mas ao abri-los em casa... 

Recordo que, certa vez, visitei um garagista que me brindou com um tinto que deveria ser produzido à base de Pinot Noir da Borgonha! Comprei duas garrafas que custaram quase meio salário mínimo. Dias depois fui abrir e só me restou decepção, pois não era nada daquilo que degustei.  Pena que não temos a acuridade dos alemães ou a assertividade dos britânicos para fazer da transparência uma característica a ser perseguida pelas vinícolas internacionais ou mesmo nacionais. Será que o Procon não poderia estabelecer um recall de vinhos assim como faz com os automóveis e outros bens mais acessíveis? 


leia também

A arte do vinho na tela do computador - Alguns canais do YouTube para quem deseja aprender

A governança precisa ser mais que corporativa - O país deve debater para evitar que o governo destrua o valor de empresas

ABS-RS inicia fase de captação de sócios - Entidade também lotou as vagas para a formação da quinta turma de Sommeliers

Aplicativo da Anatel registra problemas com celulares - Usuário relatará falhas da operadora contratada por ele

Aprenda a tomar vinho com Christian Grey - Personagem de Cinquenta Tons de Cinza tem algo a ensinar

Bento Gonçalves anuncia projeto para fomentar turismo de incentivo - Capital Nacional do Vinho lança guia de atividades para empresas que desejam bonificar funcionários com viagens

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: