Campus Party debaterá a substituição de empregos pela tecnologia

Em quatro décadas, 40% dos trabalhos formais, como conhecemos atualmente, serão dizimados

Por Agência Brasil

Campus Party debaterá a substituição de empregos pela tecnologia

Começa nesta terça-feira (26) a Campus Party (foto), evento de tecnologia, inovação e empreendedorismo que chega à sua nona edição, no Pavilhão de Exposições do Anhembi, na capital paulista. São esperados, até domingo (31), 120 mil visitantes e 8 mil campuseiros, vindos de todo o Brasil e de 21 países.

O tema deste ano é “Feel The Future” (“Sinta o futuro”, em tradução livre). Paco Ragageles, CEO e fundador da Campus Party, explica que em, no máximo em quatro décadas, 40% dos empregos formais, como conhecemos atualmente, serão dizimados. “Tudo poderá ser feito por máquinas. Até a criatividade vai ser feita melhor que por nós. A mudança vai ser tão gigante que temos de pensar no futuro. A tecnologia vai acabar com os empregos, por isso temos de pensar como reformular a sociedade”, reiterou. O projeto “Feel The Future” terá uma fundação com mais de 1 mil especialistas, entre cientistas e sociólogos, focados em estudar quais tecnologias vão impactar as relações de emprego, quando se efetivarão e o que acontecerá com o planeta. “Vamos propor soluções para os desafios que vão chegar”, explicou.

Davos debate quarta revolução industrial


Tonico Novaes, diretor-geral da Campus Party, disse que além do projeto, os visitantes terão a chance de conhecer 200 startups e receber orientações. “Ali é a chance de o jovem conseguir maior conhecimento para alavancar seu negócio, com a mentoria, as incubadoras”. O evento ainda traz trabalhos de universitários. “Temos grandes projetos que podem ser bem relevantes no futuro”, avaliou.


comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: