Malwee anuncia fechamento da fábrica de Blumenau

Todos os cerca de 300 funcionários foram desligados

Da Redação

redacao@amanha.com.br

Malwee anuncia fechamento da fábrica de Blumenau

A Malwee  (foto) anunciou nesta quinta-feira (21) o fechamento da unidade de Blumenau. Todos os cerca de 300 funcionários, segundo a própria companhia, foram desligados. A produção da fábrica, que representa 3% do total do grupo, será absorvida por outras unidades da companhia de Jaraguá do Sul. Em comunicado oficial, a Malwee informou que "todos os esforços da companhia relacionados à redução de custo operacional" na unidade, entre eles enxugamento da estrutura e unificação de turnos, "não foram suficientes para manter sua operação".

A companhia também garante que a decisão não impacta no fornecimento de seus produtos aos seus clientes. "É uma medida de redução de custo operacional, diante de um mercado tradicionalmente competitivo e de um cenário político-econômico instável, aos quais (a empresa) precisa estar atenta para garantir sua perpetuidade", relata a nota. De acordo com o jornal A Notícia, o Sindicato dos Trabalhadores Têxteis de Blumenau e Região (Sintrafite) criticou a decisão da companhia catarinense. O Sintrafite alega que em nenhum momento foram repassadas informações sobre as demissões. 


leia também

Dilma diz que sofreu segundo golpe de Estado na vida - Ex-presidente afirmou que recorrerá contra o que chamou de “fraude”

A China fez o que o mercado queria - Corte de juros era algo esperado, mas ainda não é suficiente para ajudar na recuperação econômica, afirmam especialistas

A estabilidade do funcionalismo público é mesmo necessária? - O tema é particularmente importante no contexto de ajuste fiscal, avalia Zeina Latif

A punição virá das gôndolas? - A tentativa de boicote às marcas do Grupo J&F

A responsabilidade do Congresso - O cuidado com os recursos públicos e o respeito à restrição orçamentária deveriam ser valores da casa, opina Zeina Latif

A superfície e as profundezas da economia - Retomada poderá ser difícil dada a situação financeira empresarial

comentarios




Antonio Celso

É resultado da "matriz econômica petista/dilmista". E ainda querem repetir a dose. Onde vamos parar???

Comentar

Adicione um comentário: