Ibovespa fecha em queda por causa do petróleo

Preocupação com a economia global afeta as bolsas em todo o mundo

Da Redação

redacao@amanha.com.br

Ibovespa cai influenciada por queda do petróleo

O cenário externo foi novamente negativo nesta quarta-feira (20) culminando na queda das bolsas norte-americanas a seus menores patamares desde 2014. A causa foi o resultado decepcionante da Shell. Um relatório da Agência Internacional de Energia falando que o mercado se afogará em oferta de petróleo também fez com que o mercado atuasse com muita cautela. Com isso, o Ibovespa registrou perdas de 1,08%, a 37.645 pontos. A moeda norte-americana fechou o dia em alta frente ao real. O dólar comercial subiu 1,2%, cotado a R$ 4,1027. Esse é o maior patamar desde 28 de setembro do ano passado. O câmbio acompanhou a valorização do dólar frente às moedas emergentes, que foram afetadas por mais um dia de queda do preço do petróleo, que caiu para US$ 27 o barril. 

Na Europa, o DAX tem queda de 3,1% e o CAC 40 opera em baixa de 3,8%. O índice Nikkei, do Japão, entrou em bear market, fechando em queda de 3,7%, enquanto Xangai fechou em baixa de 1,04% e Hang Seng teve baixa de 3,8%. As ações chinesas caíram hoje, devolvendo parte dos ganhos de 3% da sessão anterior, após o regulador do mercado aprovar uma nova onda de ofertas públicas iniciais de ações (IPO), enquanto no restante do continente os papéis retornaram para uma nova mínima de quatro anos. 


comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: