Bolsa tem nova queda e volta ao patamar de 2009

Anúncio de dados de combustíveis nos EUA fez Ibovespa recuar

Da Redação

redacao@amanha.com.br

Bolsa tem nova queda e retorna ao patamar de março de 2009

A bolsa brasileira amargou a sexta queda seguida neste ano. O índice terminou a quarta-feira (13) com queda de 1,4% (38.944 pontos). Foi o menor fechamento desde 16 de março de 2009 (38.607). O giro financeiro negociado na BM&FBovespa foi de R$ 5 bilhões. O dólar comercial caiu 0,84%, cotado a R$ 4,0098, enquanto o contrato futuro para fevereiro recuava 0,53% para R$ 4,03.  

O anúncio dos dados de combustíveis nos Estados Unidos foi o estopim para fazer com que o Ibovespa recuasse ao longo do dia. De acordo com informações da Energy Information Administration, os estoques de petróleo subiram para 8,4 milhões de barris na semana passada. A expectativa era de alta para 2,7 milhões. Com isso, as ações da Petrobras tiveram um dia de forte volatilidade. A notícia de que a estatal teria contratado o Bradesco para auxiliar na venda de sua fatia na Braskem também pesou. 


leia também

Dilma diz que sofreu segundo golpe de Estado na vida - Ex-presidente afirmou que recorrerá contra o que chamou de “fraude”

A China fez o que o mercado queria - Corte de juros era algo esperado, mas ainda não é suficiente para ajudar na recuperação econômica, afirmam especialistas

A estabilidade do funcionalismo público é mesmo necessária? - O tema é particularmente importante no contexto de ajuste fiscal, avalia Zeina Latif

A punição virá das gôndolas? - A tentativa de boicote às marcas do Grupo J&F

A responsabilidade do Congresso - O cuidado com os recursos públicos e o respeito à restrição orçamentária deveriam ser valores da casa, opina Zeina Latif

A superfície e as profundezas da economia - Retomada poderá ser difícil dada a situação financeira empresarial

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: