Sul se destaca na formação de Sommeliers

Prova disso é o curso promovido pela ABS-RS cuja adesão fez a entidade abrir até mesmo uma lista de espera

Por Marcos Graciani

graciani@amanha.com.br

Primeiro curso de sommeliers profissionais do Rio Grande do Sul, promovido pela ABS-RS

A partir desta quarta-feira (13), o capítulo gaúcho da Associação Brasileira de Sommeliers (ABS-RS) entra na reta final do período de inscrições para aquela que será a segunda turma de sommeliers profissionais formados pela entidade. O curso de maior duração da ABS-RS, que tem sete módulos, traz um diferencial de peso: as aulas são ministradas dentro de seis vinícolas, além de um hotel. Isso fez com que na estreia alunos de outros Estados – como Rio de Janeiro, São Paulo e Santa Catarina – frequentassem as aulas fazendo da região Sul um polo formador desse profissional. O curso (foto), que é limitado em 45 vagas, já tem adesão de muitos interessados, o que levou a ABS-RS a abrir uma lista de espera. “Com menos de um ano de atividades da atual diretoria da entidade, vemos a importância que o trading tem dado para a busca da profissionalização do segmento – fato que, de quebra, ajudará a ampliar o consumo do vinho aqui e em todo o país. Isso fará com que o capítulo gaúcho da ABS também se fortaleça naquele que é um de seus maiores princípios”, enaltece Andreia Gentilini Milan, presidente da ABS-RS.  

Também foi vital para o sucesso da primeira edição o suporte dado pela ABS-SP que apoiou com todo o material didático, além das aulas presenciais. A segunda turma também será formada pelos experientes diretores da ABS-SP – Arthur Azevedo, Mario Telles Jr. e José Luiz Borges, que já presidiram a entidade em mais de uma oportunidade e são professores do curso de formação de Sommeliers e Profissionais da ABS-SP, um dos mais conceituados do país. O módulo de serviço será orientado por Gianni Tartari, que desenvolveu inúmeras cartas de vinhos para restaurantes em todo o Brasil, incluindo prestigiados restaurantes como Enotria, Fasano e Parigi. 

Sommelier, por que não?


As aulas começarão no dia 4 de março de 2016, na vinícola Aurora, em Bento Gonçalves. A data coincidirá com os festejos do Bento em Vindima, evento que procura resgatar a tradição ligada ao vinho. Os módulos seguintes terão como palco as vinícolas Don Guerino, Casa Valduga, Miolo e Salton. Será aplicada uma prova a cada dois módulos. O aluno precisará ser aprovado para que consiga participar dos módulos seguintes. O curso terminará no dia 2 de outubro com uma prova de serviço no Spa do Vinho (veja o calendário completo no final do post).

A grade contempla aulas às sextas, sábados e domingos uma vez por mês. Restrito ao total de 40 vagas, o curso profissional de sommelier custará R$ 4.200 por pessoa podendo ser parcelado em até sete vezes. Na opção do pagamento no ato, o valor será de R$ 3.850 (o valor não inclui deslocamento, alimentação e hospedagem que ficarão por conta de cada aluno). As inscrições para entrada na lista de espera devem ser feitas diretamente neste linkMais informações podem ser obtidas na página oficial da entidade no Facebook ou ainda pelo telefone (54) 3453-3761.

CALENDÁRIO DO CURSO

Módulo 1 - 4 a 6 de Março - Vinícola Aurora

Módulo 2 - 15 a 17 de Abril - Vinícola Don Guerino

Módulo 3 - 20 a 22 de Maio - Vinícola Valduga

Módulo 4 - 17 a 19 de Junho - Vinícola Miolo

Módulo 5 - 15 a 17 de Julho - Vinícola Garibaldi

Módulo 6 - 19 a 21 de Agosto - Vinícola Salton

Módulo 7 - 30 de setembro a 2 de outubro - Spa do Vinho


leia também

A arte do vinho na tela do computador - Alguns canais do YouTube para quem deseja aprender

ABS-RS inicia fase de captação de sócios - Entidade também lotou as vagas para a formação da quinta turma de Sommeliers

Aprenda a tomar vinho com Christian Grey - Personagem de Cinquenta Tons de Cinza tem algo a ensinar

Aprendizado pelos sentidos - Formação na área de vinhos da CIAS Innovation no Brasil começará pelo Sul

Bento Gonçalves anuncia projeto para fomentar turismo de incentivo - Capital Nacional do Vinho lança guia de atividades para empresas que desejam bonificar funcionários com viagens

Brasil: massificar ou elitizar o vinho? - A resposta pode vir da China, conforme relata Milton Pomar, no artigo a seguir

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: