Fundo norte-americano GEF se torna sócio da Tecverde

Construtora paranaense receberá um aporte de R$ 20 milhões

Da Redação

redacao@amanha.com.br

Fundo norte-americano GEF se torna sócio da Tecverde

A construtora curitibana Tecverde (foto) recebeu um aporte de R$ 20 milhões do fundo norte-americano Global Environment Fund (GEF). O negócio prevê a aquisição de até 40% de participação no capital da companhia paranaense. O aporte será usado para acelerar o plano de expansão da empresa.  A Tecverde é reconhecida por ter inovado no mercado nacional de construção ao investir no desenvolvimento de um sistema construtivo que usa placas de madeira em vez da tradicional alvenaria. 

De acordo com o jornal Gazeta do Povo, o interesse do fundo apareceu no ano passado, despertado pelos aspectos sustentáveis do modelo de negócios da Tecverde.  O fundo de private equity, especializado em investimentos em empresas de alto crescimento, tem como alvo companhias que se destacam pela eficiência sócio-ambiental. A expectativa do GEF é que, com o investimento, o faturamento da companhia, que foi de R$ 30 milhões no ano passado, possa dobrar neste ano e, de novo, em 2017. A meta é chegar a R$ 200 milhões entre 2019 e 2020. O investimento permitirá, ainda, a adoção de um segundo turno na unidade de Araucária, além da aquisição de equipamentos. Hoje, o principal mercado da empresa está no Sudeste. 


leia também

A nova ambição do encantador de clientes - Galló anuncia missão de ser “o maior varejo de moda das Américas”

BRDE anuncia investimentos para municípios - Banco financiará R$ 40 mi em obras no RS, além de R$ 95 mi para a Cosuel

BRDE lança programa para ações sustentáveis - O BRDE PCS terá tarifas menores e prazos de empréstimos maiores

ONU: BRDE PCS é modelo em sustentabilidade no setor financeiro - Programa já aplicou recursos de R$ 1 bilhão em três anos no Paraná, em Santa Catarina e no Rio Grande do Sul

Um ciclo de vida mais longo aos produtos - Ernani Nunes, da Embraco, destaca o valor da Economia Circular

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: