BID no Brasil lança síntese para apoio de projetos

Banco apresenta alternativas para o aumento do aporte em infraestrutura

Da Redação

redacao@amanha.com.br

BID apresenta alternativas para o aumento do aporte em infraestrutura

O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) lançou nesta segunda-feira (28) a publicação “Contribuições Setoriais para Promoção de Alianças Público-Privadas para o Desenvolvimento”, que sintetiza as modalidades de apoio oferecidas pelos departamentos do BID. O documento explica, por exemplo, como obter assessoria específica ou instrumentos financeiros para projetos que preveem alianças estre os setores público e privado, as chamadas APPDs. O Banco reconhece o papel das APPDs para a superação dos desafios de desenvolvimento da América Latina e do Caribe como uma alternativa para o aumento dos investimentos em infraestrutura e modernização da atuação governamental na prestação de serviços. 

Durante os últimos dez anos, o Brasil apresentou uma taxa média de investimento sobre o PIB de 18%. No mesmo período, a taxa de investimento em infraestrutura foi de somente 2,13%, uma das mais baixas se comparada com outros países da região, e abaixo da taxa de 5% que os especialistas consideraram que é uma taxa de investimentos mínima necessária para que o país atinja padrões adequados de competitividade global. Para ajudar a solucionar problemas como esse, a publicação apresenta a maneira como o BID desenha os programas integrados combinando assistência técnica, empréstimos e produtos não-financeiros, como estudos, pesquisas e avaliações, para apoiar na modernização da gestão nos três níveis de governo, no fomento da dinâmica econômica e na melhoria da qualidade de vida da população, em áreas como saúde, educação, saneamento, entre outras.

Acesse o documento completo aqui.



comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: