Peça um emprego ao Papai Noel

E que no Natal que vem, o pedido possa ser uma promoção na sua carreira

Por Bernt Entschev

Busca por emprego

Quem está desempregado vive um momento difícil, mas nas épocas das festas de fim de ano, essa situação pesa mais. Por isso, escrevo esse artigo pensando no emprego como um presente. Mas Papai Noel só presenteia quem merece. Esse é o ponto. Você se comportou direitinho para merecer ter o pedido atendido? 

Faça uma avaliação do seu ano e pense no que fez de melhor na sua atuação profissional. Liste seus pontos fortes e verifique se estão bem informados em seu currículo. Você está atualizado na sua profissão? Se a resposta for não, comece o ano planejando uma maneira de adquirir novos conhecimentos, seja num curso, seja com leituras ou pesquisas. 

Use seu network. Entre em contato periodicamente com amigos, ex-colegas de trabalho e de estudo. Utilize as redes sociais como LinkedIn e Facebook. Estabeleça um cronograma de contatos. Os mais importantes, como ex-chefes e possíveis empregadores, faça ao menos uma vez por mês. Com outros, a cada três meses. 

Participe de grupos de discussão, propondo temas que destaquem suas habilidades.  Aproveite a troca de ideias e lembre aos interlocutores que você está procurando um emprego.  E, por favor, não suma após conseguir uma colocação. Manter a rede de contatos é fundamental para a empregabilidade. Tudo isso, e mais uma forcinha de boa sorte, na certa vão ajudar a alcançar sua meta e ter sem presente de Natal. 

Agora, se você está empregado, agradeça e faça tudo para se manter nele. Momentos de insegurança econômica e mudanças políticas podem levar a períodos longos de estagnação e altos índices de desemprego. Faça seu melhor, sempre.

E que no Natal que vem, o pedido possa ser uma promoção na sua carreira. 


comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: