As armas das companhias do Sul para vencer a crise

Eis as lições de Marisol, Copel, PwC, Randon, Neodent, Digicon e Eletrosul

Da Redação

redacao@amanha.com.br

AmanhãTV 500 maiores

O quadro agudo de incertezas que paralisa negócios, cancela investimentos e reintroduz no Brasil o flagelo da inflação e do desemprego serviu de reflexão para que empresários do Sul indicassem saídas para tomada de decisões em momentos de crise como esse pelo qual passa o país. No evento de premiação de GRANDES & LÍDERES – 500 MAIORES DO SUL, AMANHÃ TV colheu depoimentos de executivos que explicaram como é possível adotar medidas de gestão que, se bem calibradas, permitem a uma companhia sair da recessão mais enxuta, eficiente e competitiva. 

Acompanhe, no vídeo a seguir, as sugestões de Giuliano Donini, presidente da Marisol; Luiz Fernando Vianna, presidente da Copel; David Randon, presidente do Grupo Randon; Geninho Thomé , presidente do Conselho de Administração da Neodent; Djalma Berger, presidente da Eletrosul;  José Luis Korman, diretor do Grupo Digicon, e Carlos Peres, sócio da PwC Brasil.


leia também

500 MAIORES DO SUL completa 25 anos - Elaborado por AMANHÃ e PwC, ranking aponta as grandes empresas do Sul

500 MAIORES DO SUL homenageia empresas da região - Festa de premiação do ranking de AMANHÃ e PwC será no dia 5 de novembro, em Porto Alegre

500 MAIORES DO SUL reúne companhias da região - Festa de premiação de AMANHÃ e PwC congregou líderes empresariais

Acusada de plágio, Neodent vence ação nos EUA - Empresa do Paraná provou a originalidade de seus produtos

Carlos Peres assume PwC no Sul - Sócio desde 2002, ele tem como desafio manter liderança na região

comentarios




Alfredo carlos

Não existe segredos. Todos têm de parar de gastar excessivamente. Inclusive o governo federal e os estaduais.

Comentar

Adicione um comentário: