Sul perde Walter Mueller, fundador da Mueller

Industrial criou a tradicional marca de eletrodomésticos do país

Da Redação

redacao@amanha.com.br

Industrial Walter Mueller, fundador da Mueller, falece em Timbó

A região Sul perdeu nesta sexta-feira o industrial Walter Mueller (foto), fundador da Mueller, uma das mais tradicionais fabricantes de eletrodomésticos de linha branca do Brasil. Mueller, que completaria 91 anos no próximo dia 7 de janeiro, foi vítima de câncer e faleceu em sua residência, em Timbó, onde também está sediada a empresa, que ele criou em 1949. Atualmente com 1,4 mil funcionários, a Mueller produz lavadoras automáticas e semiautomáticas, fogões, fornos elétricos, secadoras, centrífugas, motores e condutores elétricos. Estes produtos são exportados para América Latina, África, Ásia e Oceania, além de todo o Brasil. 

Nascido em Rodeio, no Alto Vale do Itajaí, em 1945, Walter Mueller saiu da casa dos pais em busca de emprego em Blumenau, mas foi em Indaial que conseguiu um trabalho em uma oficina que oferecia serviços de tornearia e ferraria. Depois de trabalhar algum tempo nessa área e ter uma experiência como motorista de caminhão, em 1949 ele comprou uma ferraria em Timbó onde eram fabricados implementos agrícolas e carrocerias de caminhão. 

À época, Walter leu uma reportagem que falava que os europeus que vinham para o Brasil, devido à guerra, sentiam falta de eletrodomésticos, especialmente lavadoras de roupa. Na década de 1950, com a ajuda de um marceneiro, montou a primeira máquina de lavar roupas de madeira. No primeiro ano foram vendidas três máquinas, no segundo, foram sete, no terceiro foram 35. Com o aumento dos pedidos, Walter concentrou a produção da empresa em máquinas de lavar. 


comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: