Como proteger seu dinheiro do efeito corrosivo da inflação

Analistas aconselham busca por títulos atrelados ao IPCA

Por Infomoney

Assessores de investimento aconselham busca por títulos atrelados ao IPCA

A inflação, definitivamente, é um tema que vem preocupando cada vez mais os brasileiros. Não é por menos: neste ano ela ficará bastante acima do teto da meta estipulada pelo governo (6,5%). No entanto, o investidor tem como proteger seu dinheiro do efeito corrosivo da inflação.

Nathaniel Bloomfield, sócio-diretor da Confiança Investimentos, afirma que a melhor forma é investir em títulos atrelados ao IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo). “Os mais tradicionais seriam os Títulos Públicos conhecidos como Tesouro IPCA+ (antiga NTN-B), que com a nova regra do Tesouro Direto permite ao investidor adquirir 1% do Título Público. O investimento mínimo deve ser de R$ 30”, explica. O assessor ainda esclarece que a expectativa do mercado para a inflação vem aumentando. “Quem quer preservar seu patrimônio ou garantir o poder de compra de hoje no futuro deve investir com inteligência”, afirma Bloomfield sublinhando que o IPCA deve atingir o teto da meta no próximo ano.

Pier Mattei, sócio da Monte Bravo Investimentos, também sugere o mesmo investimento. O Tesouro Direto, que é o programa de compra e venda de títulos públicos do governo federal, é visto pelo assessor de investimentos como a forma ideal de aplicar para quem está começando a formar patrimônio. “Os prazos variam bastante e o investidor pode usar isso da melhor forma possível dentro do seu planejamento. Para um recurso visando aposentadoria, por exemplo, dê preferência para títulos mais longos. Agora se você pretende adquirir um imóvel dentro de cinco anos, opte pelas linhas de prazo menor”, aconselha Mattei.

Davis Zuchen, da Golf Invest, tem a mesma opinião e ainda sugere fundos de investimento conservadores ou fundos imobiliários com bons fundamentos. “Hoje há um mundo de oportunidades que num período de crise como essa é realmente algo de extraordinário mesmo para o pequeno investidor”, atesta.

Bloomfield, da Confiança Investimentos, ainda sugere a aplicação em títulos privados, como CDB (Certificado de Depósito Bancário), LCI (Letra de Crédito Imobiliário), LCA (Letra de Crédito do Agronegócio). Todos eles possuem garantia de até R$ 250 mil pelo Fundo Garantidor de Crédito ou Debêntures. “Em geral esses produtos oferecem remuneração atrelada ao CDI, mas não é difícil encontrar opções indexadas ao IPCA”, ensina.

leia também

A Cetip é a ação de dividendos mais indicada para compra - Cinco corretoras recomendam o papel da empresa do setor financeiro

Ações da Petrobras fecham abaixo de R$ 5 pela primeira vez em 13 anos - O Ibovespa encerrou o dia no menor nível desde março de 2009, no auge da crise do crédito imobiliário nos EUA

Agora é hora de comprar ações de mineradoras - Morgan Stanley também aposta em papéis de mercados emergentes

Alimentos ajudam a reduzir inflação em novembro - Em 12 meses, o IPCA acumula taxa de 6,9%, bem abaixo dos 7,8% de outubro

Alimentos pressionam e inflação volta a subir - IPCA já acumula alta de 8,74% nos últimos doze meses

América Latina ainda é destino de investimentos em 2015 - É o que pensa Venancio Castañon, executivo que estuda a região

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: