Boletim Focus prevê inflação de dois dígitos em 2015

A projeção do BC agora é que o índice termine o ano com alta de 10,04%

Da Redação

redacao@amanha.com.br

Sede do Banco Central do Brasil, em Brasília

As projeções de inflação voltaram a piorar, de acordo com o boletim Focus, do Banco Central (BC), anunciado nesta segunda-feira (16).  As estimativas dos analistas para o IPCA deste ano rompeu a barreira dos dígitos. A projeção agora é a de que o índice termine o ano com alta de 10,04%, ante 9,99% na pesquisa anterior, na nona revisão consecutiva para cima. Para 2016, a projeção é de 6,5%, teto do intervalo da meta perseguida pelo BC. A estimativa para a inflação do ano que vem subiu pela 15ª semana consecutiva.

A estimativa para a atividade econômica nacional, no entanto, parou de cair após 17 semanas de revisões consecutivas, As previsões para 2016, contudo, continuaram a se deteriorar na medida em que a fraca atividade deste ano deixa uma herança negativa para o próximo. Os analistas esperam que o Produto Interno Bruto (PIB) de 2015 tenha queda de 3,1%, que deve ser seguida por um tombo menor, mas ainda forte, de 2% em 2016. No documento anterior, esperava-se recuo de 1,9%. Esta foi a sexta revisão consecutiva para baixo. Há um mês, a previsão era que a economia tivesse retração de 1,22% em 2016.

A piora na expectativa para a atividade econômica em 2016 veio acompanhada de mais uma revisão para baixo na produção industrial: queda de 2% para recuo de 2,15%. Há um mês, a estimativa era de um recuo de 1%. Para 2015, a expectativa seguiu em contração de 7,4%.


leia também

Dilma diz que sofreu segundo golpe de Estado na vida - Ex-presidente afirmou que recorrerá contra o que chamou de “fraude”

Economia brasileira crescerá este ano 0,3% - Banco Mundial ressalta que o país deve sair “lentamente” da recessão

FMI: economia crescerá mais fortemente em 2017 - Lagarde fez previsões em artigo para o jornal alemão Handelsblatt

A China fez o que o mercado queria - Corte de juros era algo esperado, mas ainda não é suficiente para ajudar na recuperação econômica, afirmam especialistas

A estabilidade do funcionalismo público é mesmo necessária? - O tema é particularmente importante no contexto de ajuste fiscal, avalia Zeina Latif

A punição virá das gôndolas? - A tentativa de boicote às marcas do Grupo J&F

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: