Navistar fechará fábrica em Canoas

Planta é capaz de produzir 5 mil caminhões

Da Redação

redacao@amanha.com.br

O grupo norte-americano Navistar, que produz motores da marca MWM e caminhões da marca International, está em processo de desativação da fábrica em Canoas

O grupo norte-americano Navistar (foto), que produz motores da marca MWM e caminhões da marca International, está em processo de desativação da fábrica em Canoas (RS). Em comunicado divulgado nesta terça-feir (10), a companhia confirmou que encerrará em fevereiro a produção de motores ao mesmo tempo em que decidiu suspender temporariamente a montagem dos caminhões da International. O objetivo é adequar os estoques diante da grave crise na indústria de veículos comerciais no país.

Desde janeiro, apenas 58 caminhões da marca International foram vendidos no Brasil. A fábrica em Canoas foi projetada para montar até 5 mil caminhões por ano. Segundo o comunicado da Navistar, o término da produção de motores foi anunciado aos funcionários em junho e o processo de fechamento da linha foi negociado com “total transparência entre as partes”, sendo cumpridos os requisitos legais. O sindicato dos metalúrgicos da região afirmou que a decisão provocará a demissão de aproximadamente 600 trabalhadores.



leia também

Foton apresenta primeiro caminhão fabricado no Sul - Unidade temporária da empresa, em Caxias do Sul, acolheu o evento

Foton inicia venda de caminhões produzidos no Brasil em março - Sinais econômicos apontam para recuperação, afirma Luiz Carlos Mendonça de Barros

O duelo Arena x Internacional - Veja o vídeo trazendo uma pequena amostra do que vem aí na edição 500 MAIORES DO SUL, com fechamento publicitário dia 29

Obra da Foton no Sul deve ser finalizada em até dez meses - Estimativa foi apresentada por executivos da multinacional chinesa

Paccar quadruplicará produção de caminhões no PR - Unidade de Ponta Grossa montará quatro unidades por dia

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: