Navistar fechará fábrica em Canoas

Planta é capaz de produzir 5 mil caminhões

Da Redação

redacao@amanha.com.br

O grupo norte-americano Navistar, que produz motores da marca MWM e caminhões da marca International, está em processo de desativação da fábrica em Canoas

O grupo norte-americano Navistar (foto), que produz motores da marca MWM e caminhões da marca International, está em processo de desativação da fábrica em Canoas (RS). Em comunicado divulgado nesta terça-feir (10), a companhia confirmou que encerrará em fevereiro a produção de motores ao mesmo tempo em que decidiu suspender temporariamente a montagem dos caminhões da International. O objetivo é adequar os estoques diante da grave crise na indústria de veículos comerciais no país.

Desde janeiro, apenas 58 caminhões da marca International foram vendidos no Brasil. A fábrica em Canoas foi projetada para montar até 5 mil caminhões por ano. Segundo o comunicado da Navistar, o término da produção de motores foi anunciado aos funcionários em junho e o processo de fechamento da linha foi negociado com “total transparência entre as partes”, sendo cumpridos os requisitos legais. O sindicato dos metalúrgicos da região afirmou que a decisão provocará a demissão de aproximadamente 600 trabalhadores.


leia também

É só futebol - Você se associaria ao time rival para obter descontos num produto ou serviço?

Foton apresenta primeiro caminhão fabricado no Sul - Unidade temporária da empresa, em Caxias do Sul, acolheu o evento

Foton inicia venda de caminhões produzidos no Brasil em março - Sinais econômicos apontam para recuperação, afirma Luiz Carlos Mendonça de Barros

Foton passa a atuar com apoio da matriz chinesa - Empresa introduzirá novos modelos no país mais rapidamente

O duelo Arena x Internacional - Veja o vídeo trazendo uma pequena amostra do que vem aí na edição 500 MAIORES DO SUL, com fechamento publicitário dia 29

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: