O vinho brasileiro no divã

Bento Gonçalves sediará Congresso Latino-Americano de Viticultura e Enologia

Por Marcos Graciani

graciani@amanha.com.br

Bento Gonçalves sediará Congresso Latino-Americano de Viticultura e Enologia

A região Sul será palco do maior evento de enologia da América Latina, o XV Congresso Latino-Americano de Viticultura e Enologia. A intensa programação ocorrerá de 3 a 7 de novembro, em Bento Gonçalves (RS), a capital nacional do vinho. Em paralelo, também ocorrerá o XIII Congresso Brasileiro de Viticultura e Enologia. “Nesta edição pretendemos ir além do rótulo do supermercado. Por isso optamos por assuntos que foram sugeridos pelos técnicos e não apenas pelos pesquisadores”, revela Alexandre Hoffmann, chefe adjunto de transferência de tecnologia da Embrapa Uva e Vinho que promoverá o evento em conjunto com a Associação Brasileira de Enologia (ABE). “O maior desafio para um enólogo é tirar o máximo de proveito da uva e, ao mesmo tempo, não perder todo o potencial do vinho na garrafa”, destaca Juliano Perin, presidente da ABE. 

Os dias dedicados ao setor vitivinícola serão compostos por palestras nacionais e internacionais voltadas ao setor. Os temas contemplarão a mecanização na viticultura, a identidade vitícola como fator de competitividade e também as inovações em diversas áreas, como uva de mesa. Uma série de três painéis, que tratará do panorama latino-americano do vinho, fomentará a discussão nos mercados do Brasil, Argentina, Uruguai, Chile, Bolívia e Peru. A palestra de abertura já vale o ingresso – especialmente para quem trabalha no ramo. Márcio Oliveira, editor do Blog Vinoticiasbh e professor do Curso de Sommeliers na ABS-Minas, ministrará a palestra “Entendendo o que os consumidores valorizam nos vinhos e estabelecendo estratégias para o mercado”, que é resultado de duas pesquisas feitas por ele. A primeira com consumidores de vinho e outra na qual foram entrevistados consumidores ou potenciais consumidores da bebida. “De uma forma geral, o brasileiro prefere vinhos tintos, frutados e com taninos macios”, revela Oliveira. 

As experiências práticas também farão parte da programação. Durante os dias 4, 5 e 6, ao final do ciclo de discussões, painéis e palestras, degustações orientadas de vinhos e espumantes ocorrerão com foco nas novas regiões produtoras e também nas produções oriundas de terroirs com indicação geográfica.  O último dia será dedicado a visitas técnicas, enriquecendo a experiência dos participantes. No roteiro, três rotas: Vale dos Vinhedos e Garibaldi; Vale do Rio das Antas e Farroupilha e Flores da Cunha. São esperados cerca de 500 participantes, com um público composto de produtores, técnicos, somelliers, estudantes, lideranças setoriais e políticas, empresários e apreciadores de vinhos. As inscrições podem ser realizadas no site www.clavecongres.com. Até quarta-feira (7) restavam apenas 100 vagas. 


leia também

Anote na agenda: 29 de agosto, terça, 8h30 - É sua chance de ser um dos 850 degustadores da 25ª edição da Avaliação Nacional de Vinhos

Anote na agenda: 30 de agosto, 8h30 - É a data das inscrições para a maior degustação de vinhos de uma mesma safra do mundo

Edegar Scortegagna é eleito presidente da ABE - Atualmente, ele é o enólogo da Luiz Argenta Vinhos Finos

Exportação nacional de vinho cresce 37% em volume até junho - Dez novas vinícolas terão qualificação para atuar no exterior

Luiz Argenta, vinhos que atraem (não só) pelo design - Vinícola de Flores da Cunha tem se destacado por atrair novos consumidores pela estética das garrafas

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: