Economia segue expansão modesta nos EUA, revela Fed

Autoridades ainda avaliam quando devem aumentar os juros

Da Redação

redacao@amanha.com.br

Bandeira dos Estados Unidos

A economia dos Estados Unidos continuou se expandindo em um ritmo modesto no fim do terceiro trimestre, embora a atividade tenha desacelerado ou diminuído em alguns lugares, com o dólar mais forte pressionando alguns empregadores, afirmou nesta quarta-feira (14) o Federal Reserve ao apresentar o Livro Bege. O documento é um relatório sobre a situação econômica do país.  O relatório é elaborado considerando informações recolhidas junto de economistas, analistas financeiros, acadêmicos e homens de negócios.

Segundo o Livro Bege, alguns distritos citaram que o dólar forte restringiu a atividade manufatureira e gastos com turismo. “A manufatura teve uma performance em geral mais fraca no período mais recente de observação, com alguns distritos notando efeitos adversos do setor de energia”, assim como competição vinda da China, assinala o Fed.

O documento cobre o período de meados de agosto até o começo de outubro, durante a mais recente rodada de turbulências no mercado global. Ainda assim, negócios nos EUA “estavam em geral otimistas sobre a perspectiva de curto-prazo”, afirma o Fed. O mercado de moradia melhorou desde o último relatório, empréstimos aumentaram e gastos de consumo cresceram moderadamente, devido, em parte, a vendas de automóveis. O mercado de trabalho sofreu aperto na maioria dos distritos.

Apesar de alguns relatos de aumento de pressão salarial, o Fed afirmou que o crescimento salarial foi em grande parte reprimido, sugerindo que a inflação continua fraca. Os preços continuam “bastante estáveis”, anunciou o Fed. Nove de 12 distritos relataram crescimento modesto ou moderado, em comparação a 11 distritos no relatório anterior. Boston e Richmond relataram que a atividade aumentou, enquanto Kansas City notou uma ligeira queda na atividade econômica. O Livro Bege é divulgado em um momento em que autoridades do Fed se esforçam para decifrar dados econômicos mistos enquanto avaliam quando devem aumentar os juros.


leia também

BC dos EUA decide manter a taxa de juro - Fed aguarda mais evidências do progresso econômico

BC dos EUA mantém juros no mesmo patamar - Fed sustenta previsão de duas altas ao longo de 2017

Buffett pretende investir US$ 32 bilhões em breve - O bilionário afirmou que ainda tem dinheiro para comprar o que quiser

Dólar tem queda de 2% e renova a mínima do ano - O real foi a terceira moeda que mais subiu nesta quarta

Fed afasta alta de juros em breve - Fomc revela que as condições para nova elevação estão próximas

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: