A cartada da SAP para ajudar pequenas empresas a gerir o caixa

Software lançado com Elavon reforça estratégia em focar nas MPEs

Por Laura D´Angelo, de São Paulo (SP)

A cartada da SAP para ajudar pequenas empresas a gerir o caixa

A SAP anunciou nesta terça-feira (17), durante o SAP Forum (foto), em São Paulo, a parceria com a rede de adquirência de cartões Elavon para o lançamento de uma solução voltada aos pequenos e médios varejistas. O software desenvolvido pela empresa vai permitir ao comerciante ter o registro, de forma automática, dos valores recebidos em cartão de crédito através da máquina da Elavon, além de outros meios de pagamento (cheques e dinheiro). Mas não é nisso que reside a grande aposta da SAP.

O diferencial do Único, com é chamado o software, é fazer a integração do sistema de recebimento com o de gestão, que inclui ações, entre outras, de controle de estoques, cadastros, contas a pagar e fluxo de caixa. Os dados são armazenados na nuvem e, em um portal, o empresário terá acesso a gráficos com informações e detalhes do seu negócio. O serviço custará R$ 459 ao mês.

A intenção, segundo Sandra Vaz, vice presidente de vendas para ecossistemas e canais da SAP América Latina, é que a plataforma dê aos varejistas de pequeno e médio porte a condição de dispor, de forma mais ágil e precisa, as informações necessárias para as tomadas de decisão. “Os funcionários podem ficar focados no trabalho mais produtivo e estratégico. Ao invés de perder tempo ‘fechando o caixa, fazendo cálculos, eles podem pensar no que fazer com as informações coletadas pela nossa solução”, completa Sandra.

O lançamento do Único reforça a linha estratégica de expansão geográfica da SAP no Brasil. A multinacional alemã, cujos laboratórios de pesquisa e desenvolvimento estão localizado em São Leopoldo (RS), quer concentrar suas ações nas pequenas e médias empresas. Atualmente as PMEs representam cerca de 50% da receita da SAP no país – enquanto que, no exterior, esta proporção é de 80%. “Elas buscam profissionalização, organização e redução de custos através de uma ferramenta que seja de baixo custo e fácil de gerir”, comenta Sandra. Para a SAP, o varejo também é um dos setores com maior potencial de crescimento no Brasil, junto com o segmento de finanças e o setor público.



leia também

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: