TCU recomenda rejeição de contas de Dilma

Ao todo, o Tribunal listou 12 irregularidades

Da Redação

redacao@amanha.com.br

TCU recomenda rejeição de contas de Dilma em 2014

Por unanimidade, o plenário do Tribunal de Contas da União (TCU) rejeitou o balanço financeiro do governo referente ao ano de 2014. Ao todo, o Tribunal listou 12 irregularidades que tornaram impossível a aprovação das contas. O não contingenciamento obrigatório de despesas e a não contabilização de dívidas contraídas foram duas delas. 

O parecer do TCU, agora, será encaminhado ao presidente do Congresso Nacional, Renan Calheiros, que então repassará o documento à Comissão Mista de Orçamento. Após tramitar nessa comissão, a rejeição das contas é votada nos plenários do Senado e da Câmara. Confirmada a reprovação nas duas casas, um decreto legislativo é promulgado oficializando a rejeição, o que já torna a presidente inelegível. Somente a partir daí é que se pode, teoricamente, usar a decisão sobre as contas para embasar um possível processo de impeachment.



comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: