Analista recomenda compra de ações da Localiza

Para Pedro Galdi, empresa pode ter um melhor desempenho no futuro

Por Infomoney

Agência da Localiza

O ano de 2015, definitivamente, não tem sido bom para o investidor dos papéis da Localiza (foto). Até o fechamento de segunda-feira (14), as ações da empresa já recuam 38,8% no acumulado do ano. No entanto, a situação ainda pode melhorar para a companhia. Pedro Galdi, analista da consultoria de investimentos WhatsCall, recomenda comprar os papéis da empresa visando o final de 2016.

“O cenário se mostra desafiador para a empresa e a queda do preço da ação neste ano, em 39%, reflete a piora do sentimento dos investidores em relação a setores mais sensíveis a retração econômica, como é o caso dela”, escreve Galdi. No entanto, essa retração levou os múltiplos da companhia a um patamar “interessante e convidativo”, com P/L [preço sobre lucro] de 11,7 vezes, contra um histórico de 18 vezes. Já o EV/EBITDA [valor da empresa sobre lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações, na sigla em inglês] é de 6,7 vezes, versus um histórico de 9 vezes.

O analista alega que não há como saber quando será o fundo do poço do papel e ainda é possível que mais quedas aconteçam por causa do cenário macroeconômico. “Mesmo assim, a recomendação é de compra aos poucos por se tratar de uma bela empresa a preço atraente”, aposta Galdi. 

leia também

A Cetip é a ação de dividendos mais indicada para compra - Cinco corretoras recomendam o papel da empresa do setor financeiro

Ações da Marcopolo podem valorizar mais de 50% - Fabricante de ônibus faz parte da carteira da Planner

Ações da Petrobras fecham abaixo de R$ 5 pela primeira vez em 13 anos - O Ibovespa encerrou o dia no menor nível desde março de 2009, no auge da crise do crédito imobiliário nos EUA

Agora é hora de comprar ações de mineradoras - Morgan Stanley também aposta em papéis de mercados emergentes

América Latina ainda é destino de investimentos em 2015 - É o que pensa Venancio Castañon, executivo que estuda a região

comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: