S&P corta rating do Brasil para grau especulativo

A agência indicou que há possibilidade de novos rebaixamentos

Da Redação

redacao@amanha.com.br

A agência de classificação de risco Standard & Poor's (foto) cortou nesta quarta-feira (9) a nota de crédito do Brasil, retirando o selo de bom pagador do país. O Brasil teve a nota rebaixada de BBB- para BB+. A agência colocou a nota em perspectiva negativa, o que indica a possibilidade de novos rebaixamentos.

Em comunicado, a S&P indicou que os desafios políticos que o Brasil enfrenta continuam a crescer, pesando sobre a habilidade e capacidade do governo de submeter ao Congresso um orçamento para 2016 consistente com o ajuste sinalizado durante a primeira parte do segundo mandato da presidente Dilma Rousseff. 

A decisão da S&P ocorre menos de um mês após a agência de classificação de risco Moody's cortar a nota do país para Baa3 —o último nível do grau de investimento. A perspectiva, porém, foi colocada como estável. Na Fitch, o Brasil está a dois níveis do grau especulativo, mas a agência já sinalizou que vai revisar a nota do país em breve.


comentarios


Seja o primeiro a comentar a notícia!



Comentar

Adicione um comentário: